Com luta no UFC 257, Amanda Ribas projeta disputa de cinturão ainda em 2021 | SUPER LUTAS

Com luta no UFC 257, Amanda Ribas projeta disputa de cinturão ainda em 2021

Nova sensação brasileira, peso palha quer manter a invencibilidade na organização para desafiar a campeã; mineira enfrenta Marina Rodriguez neste sábado

A. Ribas em vitória pelo UFC. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

Nova sensação brasileira no Ultimate, Amanda Ribas está próxima do seu próximo compromisso na organização. Neste sábado (23), pelo UFC 257, em Abu Dhabi, a mineira trocará forças contra a compatriota Marina Rodriguez e um resultado positivo representará mais um passo para o maior sonho da combatente. Em entrevista ao ‘Combate,’ a mineira falou sobre o desejo de disputar o cinturão do peso palha (até 52,1kg.) ainda em 2021.

Veja Também

“Vindo com uma boa vitória, espero lutar com alguém top 5 (na sequência). Depois, posso fazer uma luta até 125 libras (peso mosca) também. Depois quero, se Deus quiser, já lutar pelo cinturão. Como a Carla (Esparza), que eu iria enfrentar, já estava como um dos nomes para disputar o cinturão, acho que não é um sonho muito doido pedir para lutar (pelo título) até o final do ano, não. Lógico que tudo depende de como correrem as próximas lutas, mas sabe quando você já olha tudo muito bom? Eu olho desse jeito”, afirmou a brasileira.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para se aproximar da disputa do título, que hoje pertence a Weili Zhang, a atleta precisará superar uma oponente dura. Sem desdenhar da compatriota, que atualmente figura na oitava posição no grupo, Amanda analisou a rival e espera um grande espetáculo no card protagonizado por Conor McGregor.

“Ela (Marina) é bem ranqueada, isso é muito bom para mim. Lutar com atleta ranqueada, atleta duríssima, tem um muay thai ‘afiadão’, cotovelo entra a toda hora, chute entra a toda hora. Então, eu tenho que estar muito bem preparada para isso, e estou, porque estou treinando muito. Fiquei feliz de ter dado certo a minha luta com ela, porque chega um momento que não tem para onde fugir, tem que pegar os melhores para conseguir ser a melhor”, finalizou.

Com status de nova estrela brasileira no UFC, Amanda está invicta desde sua estreia na organização. A mineira vai para sua quinta luta com as luvas da companhia.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em julho de 2020, Rodriguez sofreu seu primeiro revés no Ultimate, quando enfrentou Carla Esparza. Antes, a gaúcha vinha de duas vitórias e dois empates.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments