Amigo pessoal de Khabib, Cormier narra único cenário que poderia trazer russo de volta ao MMA | SUPER LUTAS

Amigo pessoal de Khabib, Cormier narra único cenário que poderia trazer russo de volta ao MMA

Norte-americano acredita que campeão dos leves se mantenha aposentado, mas situação específica poderia mudar situação

Cormier (dir.) acredita que apenas uma derrota de Makhachev poderia trazer Khabib (esq.) de volta . Foto: Reprodução/Instagram

Amigo pessoal de Khabib Nurmagomedov e companheiro de treinos na AKA (American Kickboxing Academy), Daniel Cormier conhece o campeão dos leves (até 70,3kg.) do UFC como poucos. Questionado pelo repórter da ‘ESPN’, Ariel Helwani, sobre um possível retorno do russo ao MMA, DC admitiu que um cenário específico pode fazer o ‘Águia’ repensar na decisão de pendurar as luvas.

Veja Também

“Sabe o que eu acho que pode fazê-lo voltar a lutar? Khabib é leal até a morte. Se ele disse à sua mãe que não vai mais lutar, ele não vai. Mas Khabib e muitas outras pessoas acreditam que Islam Makhachev vai entrar na conversa assim que ele acabar com Drew Dober. Acredito nisso por completo. Se Islam Makhachev chega à disputa de cinturão – como acreditamos que vai -, se torna ‘o cara’, e alguém o derrota, e aí esse cara passa a desafiar Khabib, talvez ele volte, porque (Islam) é seu irmão”, afirmou Cormier.

Desta forma, para Daniel, não importa o cenário atual do topo da categoria, que conta com grandes nomes para uma provável disputa de cinturão. Para o ex-campeão dos meio-pesados (até 93kg.) e pesados (até 120,2kg.) do Ultimate, apenas um revés de Makhachev pode alterar a forma de pensar da lenda russa.

“Se um cara bate o Islam quando ele for ‘o cara’, talvez Khabib pense: ‘Eu preciso dar o troco. Isso é pelo meu amigo”, finalizou.

Nurmagomedov oficializou sua aposentadoria após seu triunfo sobre Justin Gaethje no UFC 254. Na ocasião, o russo finalizou o norte-americano e unificou o título da divisão. Bastante emocionado, ainda no octógono, o ‘Águia’ confirmou a informação e usou como argumento a morte do pai, técnico e mentor, Abdulmanap, que morreu em julho de 2020, em decorrência da Covid-19.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments