Carrasco no UFC 249, Justin Gaethje provoca Tony Ferguson: 'Ele nunca foi um peso leve de elite' | SUPER LUTAS

Carrasco no UFC 249, Justin Gaethje provoca Tony Ferguson: ‘Ele nunca foi um peso leve de elite’

Norte-americano também considera que 'Bicho Papão' terá dificuldades para atuar em alto nível após 'guerras' no octógono

J. Gaethje venceu T. Ferguson no UFC 249. Foto: Reprodução/Instagram

O peso leve (até 70,3kg.) Justin Gaethje não acredita que Tony Ferguson já tenha sido um dos melhores da divisão no passado. Para ele, os lutadores já entravam no combate contra o ‘Bicho Papão’ com receio de criarem espaços e já entravam em desvantagem. Além disso, o norte-americano também considera difícil uma volta por cima de seu antigo oponente após todos os danos que sofreu nas lutas.

Veja Também

“Os caras iam lá, lutavam no desespero e se recusavam a criar espaços. Não sei por que (Anthony) Pettis e (Donald) Cerrone não foram capazes de fazer o que eu fiz. Mas acho que estava óbvio o tempo todo”, afirmou Gaethje, em entrevista à ‘ESPN’ norte-americana.

Após derrotá-lo no UFC 249 para conquistar o cinturão interino da categoria, Justin Gaethje quebrou uma sequência de 12 vitórias consecutivas de Tony Ferguson. Ele considera que a ausência de publicou na arena contribuiu para sua atuação na ocasião.

“Os fãs não estarem na arena e isso me ajudou a manter o foco e me concentrar no que acontecia no octógono. Isso é um grande fator quando você está lutando contra o Tony. Eu não acho que ele está acabado, mas também não acho que ele seja um peso leve de elite. Nunca foi. As habilidades só foram realmente funcionais pela maneira com que as pessoas lutavam contra ele”, declarou o norte-americano.

Tony Ferguson, aos 36 anos, já venceu nomes como Anthony Pettis, Donald Cerrone e Rafael dos Anjos, em verdadeiras ‘guerras’ no octógono. No entanto, Justin Gaethje acredita que ‘El Cucuy’ – como é chamado o lutador – terá dificuldades para ser competitivo no futuro.

“Fiquei impressionado com (Charles) do Bronx, mas Tony não era a mesma pessoa. Ninguém vai ser a mesma pessoa depois de levar tantos socos no rosto. Você luta com menos confiança, que o torna muito perigoso. Agora, a sua falta de confiança será um fator crucial nas próximas lutas”, concluiu.

Atualmente, Justin Gaethje e Tony Ferguson figuram entre o Top-5 da divisão dos leves. O norte-americano segue como o primeiro do ranking, ainda que tenha sido finalizado por Khabib Nurmagomedov em outubro de 2020. Já o ‘Bicho Papão’ ocupa a quinta colocação e vem de duas derrotas consecutivas – contra o próprio Gaethje – e o brasileiro Charles do Bronx.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments