Michael Chandler causa polêmica ao analisar futuros desafios nos leves do UFC: 'Lutas fáceis' | SUPER LUTAS

Michael Chandler causa polêmica ao analisar futuros desafios nos leves do UFC: ‘Lutas fáceis’

Novato na companhia, norte-americano acredita que Dan Hooker tenha sido o pior ‘casamento’ e que representantes do topo não serão problema

M. Chandler (dir.) provoca prováveis adversários no UFC. Foto: Reprodução/Instagram

Depois da estreia brilhante no Ultimate, quando bateu Dan Hooker por nocaute, Michael Chandler não esconde a confiança para um futuro positivo. Vitorioso no UFC 257, o norte-americano se colocou em ótima posição para uma luta pelo título. Na linha de frente, o ex-Bellator, no entanto, causou polêmica ao minimizar os perigos para seus prováveis adversários.

Veja Também

Justin Gaethje, Dustin Poirier, Conor McGregor, Charles do Bronx, Tony Ferguson, esses caras que estão ali no topo são lutas ‘casamentos’ mais fáceis do que foi Dan Hooker. Não falo para provocar. Posso perder para algum deles, mas sinto que venci o cara que tinha o estilo mais complicado para mim. Esse grupo (peso leve) está fod*. Estou mais confiante agora”, afirmou o atleta, em entrevista ao podcastBussin With the Boys’.

Contratado pelo Ultimate no segundo semestre de 2020, Chandler chegou à organização para movimentar ainda mais uma das categorias mais disputadas no esporte. Com pouco tempo de empresa, o ex-campeão do Bellator foi logo escalado como reserva imediato para o confronto entre Khabib Nurmagomedov e Justin Gaethje, em outubro da temporada passada.

Mesmo não sendo utilizado no UFC 254, Michael permaneceu como aposta na companhia. A estreia do lutador aconteceu em janeiro e, de imediato, o combatente mostrou a que veio com um grande ‘cartão de visitas’, atropelando Hooker no primeiro round.

Depois de um debute de gala, Chandler, agora, aguarda a confirmação para seu próximo desafio. O combatente segue como um dos favoritos para disputar o cinturão da categoria, que ainda pertence ao recém-apostando, Khabib Nurmagomedov.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments