Blachowicz minimiza qualidades de Glover e revela plano de carreira ousado para o futuro | SUPER LUTAS

Blachowicz minimiza qualidades de Glover e revela plano de carreira ousado para o futuro

Possível adversário do brasileiro em um futuro próximo, campeão dos meio-pesados reforça superioridade sobre o mineiro e projeta ida para os pesados

J. Blachowicz é o atual campeão meio-pesado do UFC. Foto: Reprodução/Facebook @ufc

Embora o confronto entre Jan Blachowicz e Glover Teixeira ainda não tenha sido confirmado pelo UFC, o polonês já analisa o possível embate contra o mineiro. Dono do cinturão dos meio-pesados (até 93kg.), o polonês não parece se preocupar com os perigos que podem ser impostos pelo veterano. Em entrevista ao ‘BJPenn.com’, o campeão minimizou as qualidades do brasileiro e traçou um plano ousado para o futuro.

Veja Também

“Ele (Glover) tem um bom boxe, mas o utiliza para se aproximar e te derrubar. Nessa luta, eu serei o cara que quer lutar em pé e ele vai tentar me levar para o chão. Meu jiu-jitsu é bom, melhor do que o dele, então, se ele tentar me derrubar, não será fácil conseguir uma finalização. Ele precisará ter cuidado. Talvez eu o derrube. Sou melhor em todas as áreas”, afirmou Blachowicz.

Depois de realizar sua primeira defesa de título, quando derrotou Israel Adesanya, no UFC 259, o polonês não escondeu o desejo de pausar a carreira para descansar. Na coletiva após o show, ocorrido no início de maio, o campeão confirmou que não deve retornar à ativa antes de seis meses. Semanas depois, no entanto, Jan admite que o prazo pode ser menor.

“No momento, depois de seis meses, retornarei ao octógono.  Sabe, talvez, depois de duas semanas comemorando (o bom resultado contra Israel), posso querer voltar antes”, contou.

Reserva imediato no UFC 259, Teixeira acompanhou de perto a vitória dominante de Blachowicz sobre o nigeriano. Logo após o duelo, o brasileiro se aproximou do octógono e acertou verbalmente o embate contra o campeão.

Veterano no MMA, com 39 pelejas disputadas, Glover corre contra o tempo para ser oficializado como próximo desafiante. O mineiro, que já lutou pelo título em 2014 (foi derrotado nos pontos por Jon Jones), embora viva um grande momento no esporte, completará 42 anos em outubro.

Futuro de Blachowicz nos pesados

O sucesso diante de Adesanya parece ter aumentado a confiança de Blachowicz. Líder dos meio-pesados desde que Jon Jones abriu mão do título, o campeão admite a possibilidade de se testar nos pesados (até 120,2kg.) em um futuro próximo.

“Talvez duas ou três defesas de cinturão. Vamos ver. Talvez o Ultimate me faça uma boa oferta. Talvez até antes. Se houver uma chance de lutar pelo título (da divisão de cima), seria o melhor para mim. Mas, vou trabalhar no meu tempo. Esse é o futuro”, finalizou.

Aos 38 anos, Blachowicz assumiu o trono do grupo até 93kg. ao bater Dominick Reyes em uma das lutas mais aguardadas do UFC 253, em setembro de 2020. Ao todo, o polonês, hoje, soma 36 apresentações como profissional no MMA, com 28 triunfos e oito reveses.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments