Derek Brunson rebate Dana White sobre 'colapso mental' de Kevin Holland no UFC Las Vegas 22 | SUPER LUTAS

Derek Brunson rebate Dana White sobre ‘colapso mental’ de Kevin Holland no UFC Las Vegas 22

Após declaração do mandatário, o veterano não fez coro ao 'chefão' e declarou que o seu plano de jogo foi primordial para o triunfo

Brunson venceu Kevin Holland no UFC Las Vegas 22. Foto: Reprodução / Instagram

A vitória dominante de Derek Brunson sobre Kevin Holland, no UFC Las Vegas 22, surpreendeu os fãs e até mesmo a organização. O presidente da empresa, Dana White tentou justificar a péssima atuação do ‘falastrão’ como fruto de um ‘colapso mental’. O veterano, porém, rebateu o mandatário e afirmou que a sua estratégia de jogo, baseada na luta olímpica, foi o que fez a diferença para triunfar. A declaração foi dada ao site ‘Yahoo! Sports‘.

Veja Também

“Ele (Kevin) simplesmente não conseguia parar as quedas. Foi engraçado. Holland é um cara muito explosivo, que gosta de vir de encontro, mas ele é comprido, então meio que se safa às vezes. Ele continuava com o quadris expostos, pronto para ser derrubado. Dana White é um desses caras que pode ficar chateado com você. Porém, se eu nocautear um cara na próxima luta, ele vai ficar feliz novamente. Está tudo bem”, declarou Brunson.

O peso médio (até 83,9kg) afirmou que nem sempre as suas lutas irão terminar pela via rápida, mas lembrou que, em seu último combate, ele nocauteou o seu adversário. Derek também lembrou que antes de encarar Holland, também entrou como zebra e bateu uma das promessas da organização.

“Eu lutei contra (Edmen) Shahbazyan, acabei com o garoto na última luta e não ganhei o bônus. Nocauteei ele. Ninguém estava muito feliz com aquilo. Então, é como as coisas são. Eu vim aqui para lutar. Nem toda luta pode ser bonita, mas eu estou aqui há muito tempo. Essa divisão foi meio que construída nas minhas costas”, concluiu o atleta.

Com um cartel de 22 vitórias e sete derrotas, Derek Brunson é atualmente o sétimo colocado no ranking da divisão. Após a sua quarta vitórias consecutiva, o atleta de 37 anos espera um atleta melhor ranqueado e desafiou o brasileiro Paulo Borrachinha.

A queda do ‘Império Pitbull’ no Bellator e a prévia para o UFC 265

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments