Em busca do tri, brasileiro Natan Schulte é surpreendido por Marcin Held e perde na estreia da PFL 2021 | SUPER LUTAS

Em busca do tri, brasileiro Natan Schulte é surpreendido por Marcin Held e perde na estreia da PFL 2021

O atual bicampeão de leves, catarinense foi surpreendido pelo polonês e foi derrotado no primeiro duelo da temporada 2021 da organização

M. Held derrotou N. Schulte na PFL 1 Foto: Twitter/ @pflmma

O bicampeão dos leves da PFL, Natan Schulte, começou a temporada 2021 com derrota. O brasileiro foi superado por Marcin Held na decisão unânime dos juízes na segunda luta mais importante do PFL 1 2021, evento realizado nesta sexta-feira (24), em Atlantic City (EUA). Com o resultado, o polônes larga com três pontos no torneio, enquanto o atual dono do cinturão não conseguiu pontuar.

Veja Também

A derrota para Held, interrompeu uma sequência de nove vitórias consecutivas de Natan Schulte. Campeão dos leves (até 70,3kg) em 2018 e 2019, o catarinense começou mal a nova temporada e terá dificuldades se quiser conquistar o tricampeonato. O combatente agora possui o cartel de 20 triunfos e três reveses.

Estreando na PFL, Marcin Held deu aos fãs um excelente cartão de visitas. Com uma boa velocidade na trocação, o polonês foi mais rápido e potente do que o seu adversário e surpreendeu o favorito. Com o triunfo, o lutador europeu agora ostenta o cartel de 27 vitórias e sete derrotas.

A luta

Os dois atletas começaram o duelo com bastante agressividade e trocando socos na curta distância. Marcin Held acertava mais golpes e era mais rápido, mas Natan Schulte não deixava nenhum ataque sem resposta. O brasileiro também chutava as pernas do polonês para tentar minar a movimentação do seu adversário. Natan levou a luta para a grade como forma de tentar esfriar o combate, porém, teve muitas dificuldades em anular o ímpeto do seu rival. O assalto terminou com vantagem do atleta europeu.

A segunda parcial começou com Held ainda levando vantagem na troca de golpes e acertando bastante o rosto de Schulte. O brasileiro buscava a curta distância, porém, não achava espaços e sofria com os contragolpes. A partir da metade do round,o polonês demonstrou cansaço e tentou levar a luta para o solo, porém, sem sucesso. Natan buscou clinch e o atacou com joelhadas e alguns pisões no pé. O atual campeão dos leves terminou o assalto ainda encurralando o seu rival.

O brasileiro começou a etapa final tentando encurtar a distância e golpear Marcin Held. O atleta europeu circulava mais pelo octógono, buscando a longa distância e fugindo da aproximação de Natan. Ciente de que poderia estar na desvantagem no placar, o catarinense seguia tentando encurralar o polonês. Held tentou botar a luta para o solo, porém, não teve força física suficiente. No minuto final, os dois lutadores foram para a trocação franca e assim encerraram o combate.

Brendan Roughanne vence Sheymon Moraes por nocaute

B. Loughnane nocauteou Sheymon Moraes no primeiro round FOTO: Reprodução/ Instagram @pflmma

O duelo que encerrou o card preliminar colocou frente a frente Sheymon Moraes, que vinha de duas derrotas consecutivas, contra Brendan Loughnane que ostentava uma sequência de cinco vitórias seguidas. O atleta inglês não deu chances ao brasileiro e o nocauteou no primeiro round. O duelo foi válido pela divisão dos penas (até 65,7kg)

O combate começou com Sheymon Moraes tentando chutar a perna de Brendan Loughnane e o seu adversário contragolpeando com jabs no rosto. Por volta de dois minutos, o inglês acertou um direto no brasileiro que foi a knockdown e ficou atordoado. Ao levantar e tentar se agarrar ao seu rival, Sheymon foi presa fácil para os golpes derradeiros do lutador europeu. O arbitro interrompeu o combate e decretou a vitória de Brendan.

Com o nocaute sobre Sheymon, Brendan marca seis pontos no torneio dos penas (até 65,7kg) e agora passa a ostentar o cartel de 20 vitórias e três derrotas. O inglês vive grande fase na carreira e alcançou a marca de seis triunfos consecutivos na carreira.

O brasileiro Sheymon Moraes estreou com o pé esquerdo em sua nova organização. Com um cartel de 11 vitórias e 5 derrotas, o atleta de Niterói sofreu o seu terceiro revés consecutivo na carreira e ficou em situação complicada no torneio dos penas.

Em duelo eletrizante, Raush Manfio vence Joilton Peregrino no duelo brasileiro

R. Manfio venceu Joilton Peregrino em duelo eletrizante Foto: Reprodução/ Twitter @pflmma

Um duelo eletrizante entre dois brasileiros abrilhantou o card preliminar. Após três rounds de muita ação tanto em pé como no chão, Raush Manfio derrotou Joilton Peregrino na decisão dividida dos juízes. O duelo foi emocionante do início ao fim e mostrou que os dois atletas tem condições de chegar na segunda fase do torneio dos leves (até 70,3kg).

O combate foi marcado por muita ação dos dois atletas, Raush buscava manter a luta em pé e Joilton buscava as quedas para golpear quando estivesse por cima. Os três assaltos foram muito disputados, com os dois lutadores buscando o nocaute ou finalização a todo tempo. A decisão dividida dos juízes mostrou bem o quão equilibrado foi o duelo.

Estreando na PFL, Joílton Peregrino teve a sua sequência de quatro vitórias consecutivas quebrada por Raush Manfio. Agora, o peso leve ostenta o cartel de 34 vitórias e nove derrotas em sua carreira profissional. O brasileiro ainda terá uma segunda luta na organização para tentar buscar uma vaga na segunda fase do torneio.

Também debutando na organização, Raush Manfio conseguiu uma vitória importante em sua primeira luta da temporada 2021. O ‘Cavalo de Guerra’ voltou a vencer após duas derrotas consecutivas em sua carreira. Agora, o combatente ostenta um cartel de 12 triunfos e três reveses.

RESULTADOS DO PFL 1

CARD PRINCIPAL

Peso leve: Clay Collard derrotou Anthony Pettis na decisão unânime dos juízes (29-27, 29-28, 29-27)

Peso leve: Marcin Held venceu Natan Schulte na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso pena: Movlid Khaybulaev venceu Lazar Stojadinovic por decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso pena: Bubba Jenkins vence Lance Palmer por decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

CARD PRELIMINAR

Peso pena: Brendan Loughnane venceu Sheymon Moraes por nocaute técnico a 2m55s do R1

Peso leve:  Raush Manfio venceu Joilton Peregrino por decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 29-29)

Peso leve: Akhmed Aliev venceu Mikhail Odintsov por decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso pena: Chris Wade venceu Anthony Dizy por decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso pena: Tyler Diamond venceu Jo Sung Bin por decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30,27)

Peso pena: Alexander Martinez venceu Loik Radzhabov na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 30-27)

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments