Em grande momento, Bulldoguinho analisa adversário de sábado e promete novo nocaute no Ultimate | SUPER LUTAS

Em grande momento, Bulldoguinho analisa adversário de sábado e promete novo nocaute no Ultimate

Após vencer a primeira na organização, brasileiro está pronto para o compromisso diante de Victor Rodriguez no UFC Las Vegas 27

B. Bulldoguinho chega para seu segundo compromisso em 2021. Foto: Reprodução/Instagram

Depois de vencer a primeira luta com as luvas do Ultimate, Bruno Bulldoguinho vive um momento mágico na carreira. Com compromisso marcado para o UFC Las Vegas 27, neste sábado (22), quando encara Victor Rodriguez, o brasileiro está otimista para mais um show no octógono. Em entrevista exclusiva ao SUPER LUTAS, o paulista analisou o desafio e prometeu um novo nocaute na organização.

Veja Também

Promessa brasileira no peso mosca (até 56,7kg.), Bulldoguinho empolgou os fãs tupiniquins em seu último combate. Na ocasião, o atleta atropelou JP Buys, conquistando um nocaute brutal e levando para casa um dos bônus de US$50 mil (cerca de R$264 mil).

Melhor momento na carreira

O triunfo sobre Buys não alegrou Bruno apenas pela questão financeira. No confronto contra o norte-americano, o brasileiro subiu ao octógono pressionado por um resultado positivo. A performance de Bulldoguinho, no entanto, chamou a atenção da organização, que, além do bônus, renovou o contrato do paulista.

“Foi a melhor sensação da minha vida, até agora. Meu sonho era entrar no UFC e ser campeão. Não posso ter uma passagem pelo UFC e ir embora. Se eu não ganhasse nenhuma, ia ter uma frustração para o resto da minha vida. Ganhei nocauteando, ganhei o bônus, assinei outro contrato. Então, foi, com certeza, um dos melhores sentimentos da minha vida”, afirmou o atleta.

Novo desafio em pouco tempo

Com sua última luta acontecendo em 20 de março, Bruno retornará ao octógono cerca de dois meses depois do triunfo sobre Buys. O brasileiro, então, falou sobre a preparação para dois confrontos em intervalo de tempo curto.

“Eu consegui descansar. Logo depois da luta, tirei duas semanas, descansei meu corpo, recuperei um pouco do peso. Logo na primeira semana que voltei a treinar, me ofereceram essa luta. Estava sem lesão, sem nada e confirmei. Estou bem, sem lesão, sem nada. Tive seis semanas para fazer o treinamento. Foi um tempo bom, tudo perfeito”, disse Bulldoguinho.

Análise de Victor Rodriguez

Neste fim de semana, Bruno irá trocar forças contra um atleta que está iniciando sua trajetória no MMA e busca o primeiro resultado positivo na organização. O lutador, então, analisou o oponente e se empolgou com o estilo do rival. A expectativa do paulista é encerrar a disputa na via rápida.

“É um cara agressivo, que vem mandando mão dura. É brigador. Eu vejo essa luta com a oportunidade de mais um nocaute. Acho que estou um nível acima, em tudo. É uma boa luta para mim. Não existe luta fácil. Um soco, um chute, pode mudar toda a luta. Ir consciente, nunca subestimar meu oponente, mas, tecnicamente, saber que estou acima. Vai acontecer”, cravou.

Mais um bônus? Aceito!

Depois de vencer a primeira e levar para casa mais de R$260 mil extra, Bulldoguinho não quer parar por aí. Caso assegure outra grande performance, o atleta, agora, busca mais um prêmio entregue pela organização.

“Vou nocautear de novo (risos), no segundo round. Vou escrever na minha testa: ‘US$75 mil’, Dana”, brincou o lutador.

Histórico dos atletas

Aos 31 anos, Bulldoguinho se encaminha para seu 20º compromisso como profissional no MMA. Hoje, o paulista soma 11 vitórias, cinco derrotas, dois empates e um confronto ‘sem resultado’.

Em seu segundo duelo no Ultimate, Victor Rodriguez, de 28, chega ao nono embate no esporte. Atualmente, o norte-americano tem cinco triunfos e três reveses.

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments