Com Usman no radar, Covington ignora possível retorno de Chimaev e diz não conhecer sueco | SUPER LUTAS

Com Usman no radar, Covington ignora possível retorno de Chimaev e diz não conhecer sueco

Norte-americano critica os status de estrelas em promessas que ainda não enfrentaram grandes nomes de suas divisões

C. Covington se encaminha para o octógono do UFC. Foto: Reprodução/Instagram

Apesar de estar próximo de sua revanche contra Kamaru Usman pelo cinturão dos meio-médios (até 77kg.) do Ultimate, Colby Covington segue atento às movimentações na divisão. Em entrevista ao canal norte-americano ‘James Lynch’, o norte-americano revelou que não conhece Khamzat Chimaev.

Veja Também

“Eu nunca ouvi falar dele. Esse cara já tem uma vitória contra caras do ranking (dos meio-médios)? Oh, ele não venceu. Todo mundo está animando essas ‘crianças’ atualmente”, disse Covington.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Além disso, Colby discorda do tratamento de ‘estrela’ para lutadores que ainda não se provaram contra grandes nomes da organização. Para o atleta, na atualidade tudo se resume em ‘fama’ e as vitórias contra grandes nomes da divisão ficaram para um segundo plano.

“É tudo uma questão de exagero. Não há credibilidade. (o UFC é) uma grande organização, mas a forma com que as pessoas falam sobre eles (novos lutadores) é pura piada. Vá lá e mostre (sua qualidade) no seu currículo. Olhe meu currículo. Vários ex-campeões do UFC nele que eu venci. Quando ele decidir derrotar os melhores lutadores do mundo, então venha tentar comigo”, finalizou o norte-americano.

Primeiro no ranking dos meio-médios, Colby Covington está próximo de ser o desafiante ao título e conseguir sua revanche contra Kamaru Usman. Em sua carreira, são 16 triunfos e dois reveses – incluindo vitórias contra Rafael dos Anjos, Robbie Lawler e Tyron Woodley, que já vestiram a ‘cinta’ do Ultimate.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ainda invicto nas artes marciais mistas, Khamzat Chimaev é considerado uma das maiores promessas da divisão dos meio-médios. A ascensão do ex-campeão do BRAVE se deu de forma meteórica com três vitórias contundentes em um período de apenas dois meses. Após contrair a Covid-19, o atleta chegou a anunciar a sua aposentadoria, pois alegou que não conseguiria voltar a competir em alto nível novamente. Ele, no entanto, parece ter mudado de ideia e deve voltar em breve ao octógono de sua organização.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments