Moreno destaca superioridade sobre Deiveson, mas não descarta trilogia com brasileiro | SUPER LUTAS

Moreno destaca superioridade sobre Deiveson, mas não descarta trilogia com brasileiro

Algoz do paraense e novo campeão dos moscas, atleta revela ter treinado seis meses para revanche e pede apenas um tempo de descanso

B. Moreno aplica mata-leão que determinou vitória sobre D. Figueiredo. Foto: Reprodução/Instagram

A vitória dominante de Brandon Moreno chamou atenção para os que acreditavam em um novo confronto equilibrado na luta co-principal do UFC 263. Novo campeão dos moscas (até 56,7kg.), o mexicano destacou sua superioridade na revanche contra o brasileiro, mas não descartou uma trilogia contra o paraense. Na coletiva após o evento, o líder do grupo afirmou que pretende descansar, mas admitiu a chance de voltar a enfrentar o ‘Deus da Guerra’.

Veja Também

“Para ser honesto, foram seis meses de preparação. Plano de jogo, ir à academia, tentar acertar todos os movimentos da luta. Definitivamente, eu preciso de férias. Preciso descansa. Depois da primeira luta, eu tentei aproveitar minha família no Natal, mas uma parte da minha mente ainda estava na luta, ainda estava em Figueiredo, com a pressão da revanche. Eu sabia que a revanche chegaria”, disse o campeão.

Questionado sobre um nome para sua primeira defesa de cinturão, o mexicano não escondeu algumas possibilidades. O atleta visa um confronto contra um atleta que vem em grande fase na organização, além de uma possível trilogia com o paraense.

“Tenho alguns nomes. Askar Askarov vem se dando muito bem. Cody Garbrandt quer descer para a divisão. (…) A trilogia com Figueiredo pode ser uma possibilidade, mas essa luta não foi equilibrada”, encerrou.

Com o triunfo sobre Figueiredo, Brandon fez história ao se tornar o primeiro campeão do UFC nascido no México. Além da conquista, o atleta confirmou o grande momento na carreira, ampliando sua série invicta para sete lutas.

Escute o Podcast SUPER LUTAS #22 com a partipação do árbitro Flávio Almendra

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments