Brandon Moreno agradece apoio, mas não descarta confronto contra Henry Cejudo no futuro | SUPER LUTAS

Brandon Moreno agradece apoio, mas não descarta confronto contra Henry Cejudo no futuro

Mexicano e norte-americano já foram parceiros de treino no passado; novo campeão diz que pode encará-lo, caso 'Triplo C' abandone aposentadoria

B. Moreno (esq.) não descarta enfrentar H. Cejudo (dir.) no futuro. Foto: Montagem SUPER LUTAS

Brandon Moreno fez história no UFC 263 do último sábado (12) ao se tornar o primeiro mexicano a ‘vestir’ o cinturão da organização com a vitória sobre Deiveson Figueiredo. Após o combate, inclusive, o novo campeão dos moscas (até 56,7kg.) encontrou com Henry Cejudo e detalhou o encontro.

Veja Também

“Ele me ajudou muito. Ele abriu a porta de sua casa e me ajudou algumas manhãs a conseguir meu treinamento no Arizona, há cinco ou seis anos atrás. Nunca tive a real oportunidade de agradecer. Achei aquele momento (certo) de dizer isso a ele. Ele estava em seu personagem como ‘Triplo C’. Mas eu sabia e vi que ele estava muito feliz por mim e por meu desempenho naquele momento”, afirmou Moreno em entrevista ao site ‘MMA Junkie’.

Apesar de demonstrar sua gratidão pelo ‘Triplo C’, Moreno não descarta enfrentá-lo no futuro. O campeão reconhece que o norte-americano está aposentado e pode não voltar. Ainda assim, o mexicano se diz pronto para encará-lo, caso Cejudo decida retomar sua carreira.

“Ele é outra possibilidade. Nunca se sabe. Definitivamente sim. É uma possibilidade. Obviamente, ele está aposentado. Ele é quase um pai e está casado com a namorada. Tem uma vida boa. Ele sempre estava falando sobre uma possível luta contra (Alexander) Volkanovski, Petr Yan e ainda queria lutar contra o Deiveson Figueiredo. Mas não sei. Eu sou o campeão e preciso lutar (contra) os caras que o UFC pedir. Nunca se sabe”, finalizou o lutador.

O caminho de Brandon Moreno rumo ao cinturão do Ultimate não foi fácil. Ele estreou na organização em 2016 e chegou a ficar com três vitórias e duas derrotas antes da extinção da categoria. Ainda assim, o mexicano tempo de sair e ‘vestir’ o título do LFA antes de retomar sua trajetória no octógono mais famoso do mundo. Desde então, ele emplacou uma sequência de seis lutas sem perder (quatro triunfos e dois empates).

Confira o encontro entre os atletas pós-UFC 263

Escute o Podcast SUPER LUTAS #22 com a partipação do árbitro Flávio Almendra

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments