Dana White afirma que cinturão interino faz 'total sentido' e que Ngannou já estava avisado | SUPER LUTAS

Dana White afirma que cinturão interino faz ‘total sentido’ e que Ngannou já estava avisado

O presidente do UFC voltou a dizer que o campeão linear dos pesados e seus representantes já haviam sido avisados sobre o título interino

D. White em coletiva do UFC. Foto: Reprodução/YouTube

Passados quase dez dias do anúncio da disputa do título interino dos pesados (até 120,2 kg) entre Ciryl Gane e Derrick Lewis, no UFC 265, em agosto, o assunto continua rendendo bastante polêmica.

Veja Também

Em entrevista à jornalista Farah Hannoun, do canal oficial do UFC na Arábia, o presidente do UFC garantiu que Francis Ngannou, campeão linear da categoria, e seus representantes já sabiam que isso aconteceria.

“Eles sabiam que isso aconteceria há semanas se não tivéssemos um acordo. Isso já aconteceu um milhão de vezes”, garantiu Dana.

Na entrevista, concedida na noite da última terça-feira (06), Dana White explicou a lógica por trás da criação do título interino após apenas três meses da conquista do cinturão por parte de Ngannou.

“O que acontece é que a gente está gerindo um negócio e temos lutas todos os sábados à noite. Precisávamos fazer aquela luta em Houston, não fechamos o acordo e então criamos o cinturão interino, o que faz total sentido. Derrick Lewis já derrotou Francis Ngannou e Cyril Gane veio de vitória naquele final de semana. Esses são os dois melhores pesos pesados do mundo e vão lutar pelo cinturão interino. Quando Francis estiver pronto para lutar, vamos faze-lo enfrentar o vencedor”, finalizou o presidente.

Ciryl Gane e Derrick Lewis se enfrentam na luta principal do UFC 265, no dia 7 de agosto, em Houston (EUA). A luta co-principal do evento conta com a disputa do título peso galo feminino (até 61,2 kg), entre Amanda Nunes e Julianna Peña.

Escute o Podcast SUPER LUTAS #22 com a partipação do árbitro Flávio Almendra

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments