Miesha Tate encabeça lista de suspensões médicas do TUF 17 Finale

Lutadora fica parada até outubro; suspensão pode cair para junho em caso de plena recuperação

Miesha Tate (esq.) fica parada até junho. Foto: Josh Hedges/UFC

Miesha Tate (esq.) fica parada até junho. Foto: Josh Hedges/UFC

Nesta segunda-feira (15), a Comissão Atlética do Estado de Nevada divulgou a lista de suspensões médicas do The Ultimate Fighter 17 Finale – realizado no último sábado (13). Com uma suspensão de seis meses, a peso galo Miesha Tate encabeçou a relação.

Derrotada por Cat Zingano na antepenúltima luta da noite, Tate ainda vai passar pela avaliação de um otorrinolaringologista, o que pode reduzir o tempo de sua parada para junho. Independente disso, a atleta deve permanecer sem contato até 29 de maio.

Outro atleta que também aguarda um parecer médico, para confirmar se fica parado por seis meses ou vai ser liberado em junho, é Colin Hart. O participante do TUF 17 aguarda uma avaliação mais detalhada sobre uma possível fratura no nariz e uma lesão no tornozelo, sofridas na derrota para Luke Barnatt.

Confira abaixo a relação completa das suspensões médicas do TUF 17 Finale:

Miesha Tate: Suspensa até 11 de outubro, a menos que seja liberada antes pelo otorrinolaringologista. Suspensão mínima até 13 de junho, sem contato em treinamento até 29 de maio;
Collin Hart: Suspenso até 11 de outubro por uma possível fratura nasal e  umalesão no tornozelo esquerdo, a menos que seja liberado antes pelo médico. Suspensão mínima até 29 de maio, sem contato em treinamento até 14 de maio;
Kevin Casey: Suspenso até 13 de junho, sem contato em treinamento até 29 de maio;
Gabriel Gonzaga: Suspenso até 29 de maio, sem contato em treinamento até 14 de maio, por precaução;
Robert “Bubba” McDaniel: Suspenso até 29 de maio, sem contato em treinamento até 14 de maio, por precaução;
Lucas Barnatt: Suspenso até 29 de maio, sem contato em treinamento até 14 de maio por uma contusão no olho direito;
Jimmy Quinlan: Suspenso até 29 de maio, sem contato em treinamento até 14 maio por precaução;
Scott Jorgensen: Aguarda os resultados de uma radiografia do pulso direito e o parecer de um ortopedista. Suspensão mínima até 14 de maio, sem contato em treinamento até 5 de maio;
Kelvin Gastelum: Espera os resultados de uma radiografia no antebraço direito e o parecer de um ortopedista. Suspensão mínima até maio de 14 com nenhum contato em treinamento até 5 de maio;
Cat Zingano: Aguarda os resultados de uma radiografia na mão direita e a avaliação de um ortopedista. Suspensão mínima até 14 de maio, sem contato em treinamento até 5 de maio;
Bristol Marunde: Suspenso até 14 de maio, sem contato em treinamento até 5 de maio devido a um corte;
Maximo Blanco: Suspenso até 14 de maio, sem contato em treinamento até 5 de maio por precaução;
Sam Sicilia: Suspenso até 14 de maio e sem contato em treinamento até 05 de maio, devido a uma lesão no polegar direito e um corte no olho direito;
Justin Lawrence: Suspenso até 14 de maio, sem contato em treinamento até 29 de abril por precaução;
Urijah Faber: Suspenso até 14 de maio, sem contato em treinamento até maio, devido a uma dor na mão direita;
Cole Miller: Suspenso até 5 de maio, sem contato em treinamento até 29 de abril por precaução.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments