Após fratura no UFC 264, Conor McGregor reaparece e se diz motivado para seguir sua carreira | SUPER LUTAS

Após fratura no UFC 264, Conor McGregor reaparece e se diz motivado para seguir sua carreira

Em vídeo no Instagram, o ‘Notório’ revela que já estava lesionado antes de o combate contra Dustin Poirier acontecer

C. McGregor sofreu dura lesão no UFC 264. Foto: Reprodução/Instagram

Foi difícil, mas Conor McGregor está de volta. O irlandês, que sofreu grave lesão na perna esquerda em combate contra Dustin Poirier no UFC 264, reapareceu em suas redes sociais para falar sobre a fatura. Ele também revela estar motivado para seguir sua carreira e brincou com a situação atual.

Veja Também

“Eu sempre falei que nunca passou pela minha cabeça fazer uma cirurgia. A única possibilidade era se algo assim acontecesse e realmente aconteceu. Agora, os médicos disseram que estou com uma canela indestrutível. É inquebrável. Vou ter que esperar um inchaço ir embora e trabalhar duro para isso. Vou me levantar, equilibrar, reforçar a musculatura e ganhar força. Enquanto isso, vou passear um pouco pelas ruas da Califórnia com meu brinquedinho, respirar pela primeira vez desde a cirurgia e manter a mente funcionando. Vou me recuperar e vou voltar ao topo”, disse McGregor.

O irlandês, inclusive, revelou que já havia sofrido uma lesão antes do duelo contra Poirier. Apesar disso, Conor diz que o ‘departamento médico’ do Ultimate já sabia de sua situação, mas ele quis seguir na luta.

“Eu fui para o combate lesionado. Perguntem ao Dana White e ao chefe de departamento do UFC. Eles sabem. Eu estava com estresse antes da luta. Chegamos a falar em um cancelamento da luta, por eu estar treinando com proteção na canela. Tive inúmeros problemas no tornozelo por lutar por todos esses anos. Tive que enfaixá-los em cada treino. Treinei muitas vezes com eles inchados, e mesmo assim não parei”, completou o ‘Notório’.

Conor McGregor não vai mais atuar em 2021. O irlandês recebeu uma suspensão médica de 180 dias no Ultimate e deve apresentar uma liberação médica de ortopedista pela fratura na perna, caso queira retornar antes do dia 7 de janeiro, o que parece improvável no momento.

Escute o Podcast SUPER LUTAS #22 com a partipação do árbitro Flávio Almendra

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments