Derrotado no UFC Vegas 32, Sandhagen não quer saber de lamentação: 'Não sou um bebê chorão' | SUPER LUTAS

Derrotado no UFC Vegas 32, Sandhagen não quer saber de lamentação: ‘Não sou um bebê chorão’

O número dois da categoria dos galos contou também que o matchmaker do Ultimate prometeu que ele ainda está a uma luta de disputar o cinturão

C. Sandhagen foi derrotado por TJ Dillashaw no UFC Vegas 32 Foto: Instagram

Após a derrota para TJ Dillashaw na luta principal do UFC Las Vegas 32, Cory Sandhagen não quis saber de ficar se lamentando. O peso galo (até 61,2kg) prometeu voltar melhor, afirmou que ainda será campeão mundial e disse que ouviu de Sean Shelby (matchmaker do Ultimate), a promessa de que ainda está a uma luta da disputa de cinturão. A declaração foi dada à ‘ESPN’ após o espetáculo desse sábado (24).

Veja Também

“Eu não quero ser um bebê chorão. Eu vou voltar. Vou melhorar com isso. É isso que vou fazer e ainda vou me tornar campeão mundial. Espero que até o ano que vem”, afirmou Sandhagen.

Segundo colocado no ranking da divisão, Cory ouviu uma promessa do matchmaker do UFC Shean Shelby que mesmo com a derrota para TJ, ele ainda está a uma vitória de disputar o título da categoria.

“Sean Shelby acabou de falar comigo lá atrás. Eu fiz ele me prometer que ainda estou a uma luta de disputar o título. Ele voltou e disse: ‘Não há nada que eu possa fazer sobre a sua derrota (para TJ) mas eu prometo que você ainda está a uma luta do título’. Ele me prometeu então é isso que estamos mirando”, finalizou ‘Sandman’.

Aos 29 anos, Cory se mantém, mesmo com a derrota, como um dos grandes nomes da categoria até 61,2kg. O norte-americano possui um cartel de 14 triunfos e três reveses no MMA profissional.

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments