Dana White cobra revisão nas regras após incidentes no UFC 159

Decisões após um dedo no olho em combate foram principal alvo do dirigente

O combate entre St. Preux (esq.) e Villante (dir.) foi citado pelo presidente em suas críticas. Foto: Josh Hedges/UFC

O combate entre St. Preux (esq.) e Villante (dir.) foi citado como exemplo por Dana White. Foto: Josh Hedges/UFC

O presidente do Ultimate, Dana White, ficou incomodado após os incidentes com dedos nos olhos ocorridos no UFC 159, no último sábado (27). Em entrevista concedida a coletiva que sucedeu o evento, o dirigente chamou a atenção para a situação, que ocorreu por duas vezes na noite, e cobrou que as regras do MMA sejam revistas.

“Se você levar um golpe baixo, terá cinco minutos para se recuperar. Não há nada nas regras sobre dedo no olho porque não há mais esse tipo de coisa no boxe”, disse White, que reivindicou uma reunião junto às comissões de boxe para analisar alguns trechos da regulamentação do esporte.

As interrupções dos combates entre Alan Belcher e Michael Bisping e Ovince Saint Preux e Gian Villante em decorrência de dedadas acidentais nos olhos foram comentadas pelo dirigente. Falando da segunda luta, entre Saint Preux e Villante, o dirigente afirmou que o árbitro agiu mal tomando a decisão sem antes consultar o médico.

Por fim, Dana White ainda comentou sobre outra regra que considera importante ser revista e debatida. “Outro caso é o fato dos três apoios, no qual você não pode levar joelhadas ao estar com um dedo no chão. Não é para isso que a regra foi feita, acho que isso também entra em pauta”, finalizou.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments