Anderson Berinja é dominado por Miles Johns e apaga com nocaute brutal no UFC 265 | SUPER LUTAS

Anderson Berinja é dominado por Miles Johns e apaga com nocaute brutal no UFC 265

Brasileiro é controlado nos assaltos iniciais e, no tudo ou nada, acaba surpreendido pelo rival no card preliminar; Melissa Gatto dá show em estreia

A. Berinja (dir.) sofre duro nocaute no UFC 265. Foto: Reprodução/Instagram

O card preliminar do UFC 265 terminou com uma vitória e uma derrota para o Esquadrão Brasileiro. Na noite desse sábado (7), Anderson Berinja foi nocauteado por Miles Johns e Melissa Gatto estreou com triunfo na organização. O espetáculo aconteceu no Toyota Center, em Houston, Texas (EUA).

Veja Também

Representante dos moscas (até 56,7kg.), o brasileiro subiu ao octógono para tentar confirmar a segunda vitória consecutiva pela organização. Anderson, no entanto, foi vítima dos chutes certeiros na perna esquerda e acabou dominado nos assaltos iniciais. Na terceira etapa, Anderson foi para o tudo ou nada, mas foi surpreendido por um nocaute brutal de Johns.

Com a vitória, Berinja se complicou na organização. Agora, o brasileiro soma três resultados negativos em quatro apresentações. Miles, por sua vez, chegou ao terceiro triunfo na organização e avança na categoria liderada por Brandon Moreno.

A LUTA

O primeiro round entre Berinja e Johns foi de grande intensidade entre os dois atletas e marcado pela boa trocação. O brasileiro tomava as ações do combate ,mas, o seu oponente respondia com bons chutes baixos e perigosos contra golpes. Miles deixou a perna esquerda do brasileiro avariada e o atleta tupiniquim claramente estava incomodado no combate.

O atleta tupiniquim voltou para o segundo assalto tentando derrubar mas Johns se mantinha firme em pé. Mesmo com menor envergadura, o norte-americano era mais eficiente e conseguia encontrar o tempo dos seus golpes. O ‘Chapo’ era soberano no combate e mantinhao seu ritmo de luta com tranquilidade. Miles encurralava o brasileiro na grade e castigava com uma sequência de jabs e diretos.

No retorno para o terceiro round, o brasileiro voltou mais agressivo tentando recuperar os dois primeiros rounds. Porém, após encurtar a distância, o norte-americano acertou um golpe na barriga do brasileiro, seguido de um lindo cruzado que levou o atleta tupiniquim à lona. Belo nocaute e fim de luta para o brasileiro.

Miles Johns consegue a sua segunda vitória seguida no UFC e agora ostenta o cartel de 12 triunfos e apenas uma derrota na carreira. O lutador brasileiro volta a sentir o gosto amargo de um revés e agora tem 21 resultados positivos e nove negativos no MMA profisisonal.

Estreando no UFC, Melissa Gatto derrota Victoria Leonardo após interrupção médica

M. Gatto venceu em sua estreia no Ultimate Foto: Instagram/ @UFC

Assim que o gongo soou, marcando o início do combate, a brasileira tomou a iniciativa do duelo e após encostar sua oponente na grade, conseguiu derrubá-la. Nas costas de Victoria, Melissa buscava a melhor possível possível e tentava uma finalização a todo custo. A norte-americana resistiu as investidas e logo colocou a atleta tupiniquim de costas para o chão. Logo, as duas atletas já estavam de pé novamente e terminaram o round no jogo de clinch.

As duas atletas voltaram do intervalo buscando a luta em pé, com a brasileira sendo mais agressiva e buscando dominar o centro do octógono. Com boa envergadura, Melissa achou o tempo dos seus golpes e passou a acertar a norte-americana com bons jabs. Acuada, Victória Leonardo passou a buscar as quedas e o jogo de clinch para esfriar o ímpeto da atleta tupiniquim, que seguia dominante no combate e rechaçando as investidas da sua oponente.

No intervalo para a terceira parcial, os médicos do Ultimate perceberam que Victoria Leonardo havia quebrado o braço. O árbitro do combate chegou a conclusão que a norte-americana não teria condições de retornar ao duelo e interrompeu o confronto.

Estreando após ser contratada em 2019, Melissa Gatto inicia com o ‘pé direito’ a sua caminhada na organização e continua invicta em sete lutas na carreira. Com mais uma derrota, Victoria Leonardo anota o seu segundo resultado negativo em sequência e agora marca oito triunfos e cinco reveses no MMA profissional.

Johnny Munoz finaliza Jamey Simmons com um mata-leão

J. Munoz finalizou J. Simmons Foto: Instagram/@UFC

O primeiro round do combate que abriu a noite no UFC 265 foi de muito estudo e pouca efetividade. Os dois atletas jogaram muitos golpes ao vento e tentavam utilizar os chutes baixos. No final do assalto, Munoz conseguiu quedar o seu oponente mas o tempo acabou antes do lutador conseguir encaixar a guilhotina.

Após um ínicio com cenário parecido, Munoz quedou Simmons logo no primeiro minuto e logo partiu para as costas. Depois de muita insistência,Johnny conseguiu encaixar o mata-leão e só coube ao ‘Afro Samurai’ bater em desistência. Fim de luta no Toyota Center.

Com o triunfo, Johnny Munoz vence o seu primeiro combate em duas lutas na organização e agora possui um cartel de 11 triunfos e um revés. Por outro lado, Simmons segue sem ter a mão levantada no seu segundo combate pela empresa e coloca em perigo a sua continuidade no plantel do Ultimate. O ‘Afro Samurai’ marca sete resultados positivos e três negativos na carreira.

Resultados do UFC 265

CARD PRINCIPAL

Peso pesado: Ciryl Gane  derrotou Derrick Lewis por nocaute técnico a 4m11s do R3– Luta pelo cinturão interino.

Peso galo: José Aldo derrotou Pedro Munhoz  na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso meio-médio: Vicente Luque finalizou Michael Chiesa com um triângulo de mão a 3m25s do R1

Peso palha: Tecia Torres derrotou Angela Hill na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 30-27)

Peso galo:  Song Yadong derrotou Casey Kenney na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 30-27)

CARD PRELIMINAR

Peso leve: Rafael Fiziev derrotou Bobby Green na decisão un6anime dos juízes (29-28, 30-27, 29-28)

Peso galo: Vince Morales derrotou Drako Rodriguez na decisõa unânime dos juízes (29-28, 30-27, 29-28)

Peso meio-pesado: Alonzo Menifield derrotou Ed Herman na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso palha: Penne finalizou Karolina Kowalkiewicz com uma chave de braço a 4m32s do R1

Peso mosca: Manel Kape derrotou Ode Osbourne por nocaute a 4m44s do R1

Peso galo: Miles Johns derrotou Anderson Berinja por nocaute a 1m16s do R3

Peso mosca: Melissa Gatto derrotou Victoria Leonardo por nocaute técnico (interrupção médica por lesão no braço) a 5m do R2

Peso galo: Johnny Munoz finalizou Jamey Simmons com um mata-leão a 2m45s do R2

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments