Com joelhada voadora espetacular, Manel Kape bate Ode Osbourne no UFC 265 e vence primeira no Ultimate | SUPER LUTAS

Com joelhada voadora espetacular, Manel Kape bate Ode Osbourne no UFC 265 e vence primeira no Ultimate

Lutador angolano se recuperou das derrotas sofridas em suas duas primeiras lutas no octógono e conseguiu o décimo nocaute na carreira

M. Kape conquistou sua primeira vitória no octógono no UFC 265 (Foto: Instagram/UFC)

Na quarta luta do card preliminar do UFC 265, realizado neste sábado (7), em Houston (EUA), o angolano Manel Kape conquistou sua primeira vitória na organização ao nocautear Ode Osbourne com uma joelhada voadora espetacular no final do primeiro round.

Veja Também

A luta entre o angolano e o jamaicano começou com muita movimentação e com os dois lutadores tentando encontrar a distância para entrar no raio de ação do adversário. Ode Osbourne foi quem começou andando para frente e tomando a iniciativa, mas Kape utilizou bem as fintas para manter a distância.

Na reta final do primeiro assalto, quando parecia que iríamos para o intervalo, Manel Kape surpreendeu e lançou uma linda joelhada voadora atingindo em cheio o rosto de Osbourne, que caiu. O angolano rapidamente foi para cima do jamaicano e forçou o árbitro a interromper a luta por nocaute técnico.

Em verdadeiro show de trocação, Rafael Fiziev derrota Bobby Green por decisão unânime

Rafael Fiziev confirmou o favoritismo e derrotou Bobby Green na última luta do card preliminar do UFC 265. Mas engana-se quem pensa que a vitória veio fácil para o lutador do Quirguistão.

O primeiro round da luta foi muito movimentado e disputado na luta em pé em sua totalidade. Com muita provocação de ambas as partes, os dois lutadores alternaram momentos de protagonismo no assalto, mas foi Fiziev quem conectou os melhores golpes.

Fiziev iniciou o segundo round com mais agressividade, mas Bobby Green mostrou bom jogo de esquivas para evitar os golpes. O atleta do Quirguistão então passou a apostar nos chutes, golpeando a base e a linha de cintura do adversário. Restando pouco menos de três minutos, Fiziev acertou uma ótima sequência de duros golpes e balançou Bobby Green, que sobreviveu e se manteve de guarda baixa. Os dois continuaram dando um verdadeiro show de trocação na luta franca até o final do round.

O terceiro round foi de muita provocação por parte de Bobby Green, que mesmo recebendo golpes limpos de Fiziev, mantinha a guarda baixa e provocava o lutador do Quirguistão. Mostrando melhor preparo físico, o norte-americano aproveitou o cansaço de Fiziev e aumentou o volume de golpes, conectando muitos jabs e diretos no rosto do oponente até o final da luta.

Em luta equilibrada, Vince Morales derrota Drako Rodriguez por decisão unânime

V. Morales derrotou D. Rodriguez no UFC 265 (Foto: Instagram/UFC)

Na penúltima luta do card preliminar, Vince Morales derrotou Drako Rodriguez por decisão unânime. O primeiro round da luta foi de muito estudo e pouca ação. Vindos de resultados ruins, os dois atletas mostraram muita cautela e demoraram a agir. Na reta final do assalto, Morales tentou encurtar a distância, mas jogou a maioria dos golpes no vazio, enquanto Rodriguez tentava contra-atacar, mas tambéma acertava pouco.

O segundo assalto teve mais movimento, com Drako Rodriguez se mostrando mais agressivo. Ele buscou encurtar a distância e apostar na luta agarrada, mas Vince Morales conseguiu defender bem as tentativas e manter a luta em pé. Na reta final do round, por duas vezes consecutivas, Morales tentou encurtar a distância, mas recebeu dois duros cruzados em troca.

Assim como o primeiro, o terceiro e decisivo round também começou mais estudado. Vince Morales dominou o centro do octógono e tomou a iniciativa, mas Rodriguez continuava mostrando perigo nos contra-ataques. Quando foi mais agressivo, Rodriguez acertou um bom cruzado curto e balançou o adversário, mas não aproveitou a oportunidade para tentar acabar com a luta. Na reta final, Morales retomou o protagonismo das ações, mas sem muita efetividade. No fim, vitória por decisão unânime de Vince Morales.

Alonzo Menifield domina completamente a luta e vence Ed Herman por decisão unânime

A. Menifield (esq) derrotou E. Herman (dir) por decisão no UFC 265 (Foto: Instagram/UFC)

No duelo entre a nova e a velha escolas da divisão dos meio-pesados (até 93 kg), prevaleceu a juventude e a estratégia de Alonzo Menifield contra Ed Herman. O atleta de 33 anos controlou completamente a luta, minou a movimentação do veterano e venceu por decisão unânime.

No primeiro round, Alonzo Menifield deixou claro que não pretendia ir para a briga contra Ed Herman. O atleta de 33 anos neutralizou a agressividade e apostou nos chutes baixos e nos jabs para minar a movimentação do veterano e manter a distância.

No segundo assalto, mesmo mancando, Herman continuou andando para frente e tentando encurtar a distância. Em um raro momento, o veterano conseguiu encurtar a distância e chegou a derrubar Menifield, que rapidamente se levantou e deu uma blitz no adversário, que resistiu bravamente junto à grade. Nos últimos segundos do assalto, Menifield acertou um chute fortíssimo na base de Herman, que caiu. Durante o intervalo, o médico examinou a perna de Herman, que apresentava um inchaço grande, mas permitiu que o atleta voltasse para o terceiro round.

No último assalto, Menifield trabalhou bem em cima da vantagem que conquistou e correu poucos riscos. Ele chegou a conectar bons golpes, mas Herman demonstrou a garra de sempre e conseguiu levar a luta até o final. No fim, vitória de Alonzo Menifield por decisão unânime dos árbitros.

Jessica Penne finaliza Karolina Kowalkiewicz no primeiro assalto

J. Penne finalizou K. Kowalkiewicz no UFC 265 (Foto: Instagram/UFC)

Na quinta luta do card preliminar, as veteranas Jessica Penne e Karolina Kowalkiewicz se enfrentaram pela divisão peso palha (até 52,2 kg) do Ultimate.

No início da luta, Penne tentou um chute, mas teve a perna segurada pela polonesa, que conseguiu levar a luta para o solo. A norte-americana rapidamente se levantou e dessa vez foi ela quem derrubou a adversária, buscando a luta no chão.

Após fazer postura e atacar Kowalkiewicz no ground and pound, Jessica Penne passou a atacar o braço da polonesa. Apesar da resistência da adversária, que conseguiu defender alguns ataques e buscou transições de posição, a insistência prevaleceu e Jessica Penne conseguiu a finalização na reta final do round.

Foi a segunda vitória consecutiva de Jessica Penne no UFC, enquanto Karolina Kowalkiewicz perdeu pela quinta vez consecutiva e não vence desde 2018.

Rafael Fiziev e Bobby Green dão show em verdadeira batalha no card preliminar

R. Fiziev (esq.) derrotou B. Green (dir.) no UFC 265. Foto: Reprodução/Instagram

Protagonistas da última luta do card preliminar, Rafael Fiziev e Bobby Green deram um verdadeiro show de ação. Em luta disputada no peso leve (até 70,3kg.), os atletas deixaram tudo no octógono e levantaram o público presente no Toyota Center. Após 15 minutos de trocação franca, o norte-americano acabou derrotado na decisão unânime dos juízes.

Vitorioso na ‘guerra’, Fiziev confirmou o bom momento dentro do Ultimate. Com o triunfo, o lutador chegou ao seu quarto resultado positivo em sequência e avança na categoria liderada por Charles do Bronx.

Famoso pela agressividade, Green questionou a derrota após o anúncio oficial. Aplaudido pela torcida, o veterano acabou sofrendo o segundo revés seguido.

RESULTADOS DO UFC 265

CARD PRINCIPAL

Peso pesado: Ciryl Gane derrotou Derrick Lewis por nocaute técnico a 4m11s do R3– Luta pelo cinturão interino

Peso galo: José Aldo derrotou Pedro Munhoz  na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso meio-médio: Vicente Luque finalizou Michael Chiesa com um triângulo de mão a 3m25s do R1

Peso palha: Tecia Torres derrotou Angela Hill na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 30-27)

Peso galo: Song Yadong derrotou Casey Kenney na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 30-27)

CARD PRELIMINAR

Peso leve: Rafael Fiziev derrotou Bobby Green na decisão un6anime dos juízes (29-28, 30-27, 29-28)

Peso galo: Vince Morales derrotou Drako Rodriguez na decisõa unânime dos juízes (29-28, 30-27, 29-28)

Peso meio-pesado: Alonzo Menifield derrotou Ed Herman na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso palha: Jessica Penne finalizou Karolina Kowalkiewicz com uma chave de braço a 4m32s do R1

Peso mosca: Manel Kape derrotou Ode Osbourne por nocaute a 4m44s do R1

Peso galo: Miles Johns derrotou Anderson Berinja por nocaute a 1m16s do R3

Peso mosca: Melissa Gatto derrotou Victoria Leonardo por nocaute técnico (interrupção médica por lesão no braço) a 5m do R2

Peso galo: Johnny Munoz finalizou Jamey Simmons com um mata-leão a 2m45s do R2

Podcast #31: SUPER LUTAS debate tudo que aconteceu no UFC 266

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments