Vicente Luque atropela Michael Chiesa e vence por finalização no card principal do UFC 265 | SUPER LUTAS

Vicente Luque atropela Michael Chiesa e vence por finalização no card principal do UFC 265

Após passar um pequeno sufoco no início do combate, o lutador brasileiro conseguiu uma reviravolta e encaixou um triângulo de mão para sair com a vitória.

V. Luque venceu M. Chiesa por finalização Foto: Instagram

Atropelou. Difícil encontrar outra definição para a gigantesca atuação de Vicente Luque na noite desse sábado (7). No card principal do UFC 265, o brasileiro resistiu à pressão inicial do ‘Maverick’ e encaixou uma finalização no fim do primeiro round. O espetáculo aconteceu no Toyota Center, em Houston, Texas (EUA).

Atual número seis do ranking, Vicente deve aparecer no top-5 da divisão nos próximos dias e se mostra como um dos postulantes a disputar o cinturão após ‘Usman x Covington 2’ previsto para Novembro. O lutador de Brasília marca 30 vitórias e sete derrotas em sua carreira profissional até aqui.

Após quatro vitórias seguidas, Michael Chiesa volta a ser derrotado no octógono mais famoso do mundo. Seu último revés havia sido em julho de 2018 para Anthonny Pettis. O ‘Maverick’ possui um histórico de 18 resultados negativos e quatro positivos no esporte.

Veja Também

A LUTA

A importância do combate para a divisão dos meio-médios (até 77,1kg) foi refletida nas atitudes dos lutadores no início do combate. Por quase dois minutos, os dois atletas praticamente só se movimentaram no octógono. O norte-americano logo botou para baixo e passou a guarda sobre o brasileiro.  Em uma linda transição, Chiesa pegou as costas e encaixou o mata-leão mas o brasileiro resistiu. Em uma reviravolta impressionante, o atleta tupiniquim encaixou um triangulo de mão e o ‘Maverick’ batucou em desistência.

Após combate empolgante, Tecia Torres vence Angela Hill na decisão dos juízes

A. Hill e T. Torres fizeram um duelo emocionante Foto: Instagram/@UFC

O primeiro round foi marcado pela surpresa. Contrariando o seu histórico, Angela Hill tentou o jogo de quedas e botar Tecia para baixo. Sem ter sucesso, as duas lutadoras voltaram ao centro do octógono para a troca de golpes tradicional em pé. Ambas as atletas terminaram o assalto com uma trocação franca no tablado.

A segunda parcial mostrou uma Angela Hill mais agressiva, porém, buscando a luta em pé que é a sua especialidade. A ‘Overkill’ dominava o centro do octógono e encurtava a distância para os ataques de Tecia. Na metade do assalto, Hill voltou a tentar as quedas mas era afastada por Torres. Mesmo mais acuada, Torres respondia a todos os ataques que sua adversária tentava.

Sentindo a desvantagem no combate, Hill começou o último assalto com mais agressividade, buscando encurralar Torres na grade. A trocação franca tomou conta do duelo com ambas as lutadoras se doando ao máximo. Ainda houve tempo para Tecia quedar Angela no minuto final em busca de consolidar a sua vantagem no confronto.

Tecia Torres consegue a sua terceira vitória consecutiva na organização e mostra que, definitivamente, a fase ruim ficou para trás. A número 10 do ranking deve ganhar mais alguns degraus na divisão dos palhas (até 52,2kg). A norte-americana agora marca 13 triunfos e cinco reveses no MMA profissional.

Seguindo a sua inconstância de resultados na organização, Angela corre riscos de sair do ranking da categoria na próxima atualização. A atual número 12 da classificação possui um retrospecto de 13 resultados positivos e nove negativos no esporte.

Em duelo equilibrado, Song Yadong venceu Casey Kenney na decisão unânime dos juízes

C. Keeney (esq) e S. Yadong (dir) fizeram um confronto equilibrado no UFC 265 Foto: Instagram

O duelo que abriu a parte principal de lutas do UFC 265 foi marcado pela intensidade e pela velocidade na luta em pé. Os dois atletas fizeram um confronto de trocação franca durante os 15 minutos. Por algumas vezes, nos dois primeiros rounds, Casey Kenney tentou derrubar Song Yadong, mas, não obteve sucesso. Ambos os lutadores demonstraram cansaço no round final e o nível do combate caiu consideravelmente. Nas papeletas dos juízes, vitória de Song Yadong.

O lutador chinês se recuperou da derrota para Kyler Philips em seu último combate e agora marca 16 triunfos e cinco reveses no MMA profissional. Em má fase, Casey Kenney sofre o seu segundo revés na carreira e agora marca 16 resultados positivos e três negativos no esporte.

CARD PRINCIPAL

Peso pesado:  Ciryl Gane  derrotou Derrick Lewis por nocaute técnico a 4m11s do R3– Luta pelo cinturão interino.

Peso galo: José Aldo derrotou Pedro Munhoz  na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso meio-médio: Vicente Luque finalizou Michael Chiesa com um triângulo de mão a 3m25s do R1

Peso palha: Tecia Torres derrotou Angela Hill na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 30-27)

Peso galo:  Song Yadong derrotou Casey Kenney na decisão dividida dos juízes (29-28, 28-29, 30-27)

CARD PRELIMINAR

Peso leve: Rafael Fiziev derrotou Bobby Green na decisão un6anime dos juízes (29-28, 30-27, 29-28)

Peso galo: Vince Morales derrotou Drako Rodriguez na decisõa unânime dos juízes (29-28, 30-27, 29-28)

Peso meio-pesado: Alonzo Menifield derrotou Ed Herman na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso palha: Jessica Penne finalizou Karolina Kowalkiewicz com uma chave de braço a 4m32s do R1

Peso mosca: Manel Kape derrotou Ode Osbourne por nocaute a 4m44s do R1

Peso galo: Miles Johns derrotou Anderson Berinja por nocaute a 1m16s do R3

Peso mosca: Melissa Gatto derrotou Victoria Leonardo por nocaute técnico (interrupção médica por lesão no braço) a 5m do R2

Peso galo: Johnny Munoz finalizou Jamey Simmons com um mata-leão a 2m45s do R2

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments