Francis Ngannou desvaloriza conquista de cinturão interino de Ciryl Gane: 'Eu sou o rei' | SUPER LUTAS

Francis Ngannou desvaloriza conquista de cinturão interino de Ciryl Gane: ‘Eu sou o rei’

Campeão linear dos pesados, franco-camaronês diz que francês sabe o que o aguarda; os dois lutadores já treinaram juntos na 'MMA Factory'

F. Ngannou conquistou o cinturão dos pesados no UFC 260. Foto: Reprodução/Instagram

Campeão linear dos pesados (até 120,2kg.), Francis Ngannou rejeitou a veracidade do cinturão interino de Ciryl Gane, conquistado pelo francês após nocaute contra Derrick Lewis no UFC 265. Em vídeo no seu canal oficial do ‘YouTube’, o franco-camaronês tratou de desvalorizar a vitória de seu provável próximo oponente e afirmou que segue sendo ‘o rei’ da divisão.

Veja Também

“Eu sou o rei, não importa o que aconteça, eu sou o rei. Eu sou o campeão dos pesos pesados ​​do UFC. O verdadeiro cinturão está em casa. Não o que eles compraram no Walmart (empresa multinacional de lojas de departamento) ou qualquer outra coisa. O verdadeiro está em casa”, disse Ngannou.

E a história entre Francis Ngannou e Ciryl Gane já é antiga, já que ambos os lutadores treinavam jutos na ‘MMA Factory’, uma das principais equipes da França. Agora, no entanto, o clima de amizade acabou e o franco-camaronês afirmou que seu oponente ‘sabe o que está por vir’ em seu próximo desafio.

“Bem, ele é um desafiante. Eu não tenho nenhuma resposta para ele. Dou o campeão e estou aqui para lutar contra os desafiantes. Mas vai ser uma luta divertida, pois eu conheço esse jogo. Nós dois nos conhecemos, independente (dos) clipes do vídeo que eles estão tentando divulgar. Tenho certeza que ele está muito feliz e merece o momento. Mas, ele sabe o que está por vir agora. Sim, ele sabe”, finalizou o campeão linear.

Considerado um dos homens mais temidos no esporte, Francis Ngannou assumiu o trono da divisão ao desbancar Stipe Miocic, considerado, por muitos, como o melhor peso pesado de todos os tempos. Profissional desde 2013, o franco-camaronês conta com um cartel de 13 triunfos e três reveses na carreira.

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments