Lutador que perdeu todo o salário apostando em si é demitido do UFC no dia de seu aniversário | SUPER LUTAS

Lutador que perdeu todo o salário apostando em si é demitido do UFC no dia de seu aniversário

Após quatro derrotas consecutivas na organização, Justin Jaynes foi demitido do Ultimate na data em que completou 32 anos

J. Jaynes em atuação pelo UFC. Foto: Reprodução/Instagram

Justin Jaynes não é um dos nomes mais conhecidos do mundo do MMA. O peso pena (até 65,7 kg), no entanto, ganhou notoriedade em junho deste ano ao revelar que apostaria todo o salário na própria vitória contra Charles Rosa, no UFC Las Vegas 30, e acabar perdendo. Se a situação já estava ruim para Jaynes, ficou ainda pior. No dia 10 de agosto, data em que completou 32 anos, o norte-americano foi demitido do Ultimate.

Veja Também

A revelação da demissão de Justin Jaynes foi feita por seu treinador, Eric Nicksick nas redes sociais. O treinador expôs a situação ao reclamar de como Jaynes e seu outro pupilo, Kai Kamaka, foram dispensados pelo UFC mesmo após ajudarem a organização em diversas oportunidades aceitando lutas de última hora.

“Para todos os lutadores jovens por aí, tenham isso em mente.  Só porque vocês estão fazendo um favor à organização, não necessariamente significa que isso vai ser levado em consideração na hora de renegociar o contrato”, alertou o treinador.

De acordo com Nicksick, quatro dos cinco combates realizados por Justin Jaynes no UFC foram aceitas com pouco tempo de preparação disponível. Kamaka, por sua vez, aceitou três das quatro lutas que fez  no octógono de última hora.

Justin Jaynes estreou no UFC em junho de 2020 com vitória por nocaute técnico sobre Frank Camacho. De lá pra cá, entrou no octógono em outras quatro oportunidades e perdeu em todas elas.

 

Podcast #31: SUPER LUTAS debate tudo que aconteceu no UFC 266

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments