Após vitória em duelo equilibrado, Raush Manfio assume que qualquer resultado seria justo | SUPER LUTAS

Após vitória em duelo equilibrado, Raush Manfio assume que qualquer resultado seria justo

O lutador brasileiro foi honesto ao admitir que o confronto contra Clay Collard foi 'apertado' e não escondeu a felicidade com a vaga na final do GP do leves

R. Manfio venceu C. Collard e está na final do GP dos leves. Foto: Reprodução/Instagram

Após vencer Clay Collard na semifinal do GP dos leves (até 70,3kg), Raush Manfio não esconde que o duelo foi bastante equilibrado. O lutador brasileiro foi honesto ao assumir que qualquer resultado seria justo para o confronto e falou sobre a sua felicidade em estar na final do torneio. A declaração foi dada em entrevista ao ‘Combate’.

Veja Também

“Na minha visão de luta, se os árbitros tivessem dado um empate ou uma vitória para o Clay Collard, não seria injusto, não poderíamos reclamar, pois o segundo round foi muito parelho, não foi decisivo. Na visão de todos os árbitros, aquele momento que ele ficou por cima não contou como queda porque eu escorreguei com a joelhada, ele aproveitou a situação e atacou o pescoço, mas eu defendi, então não tem mérito de ninguém. A defesa não conta ponto, assim como o ataque mal sucedido”, declarou Raush.

O lutador brasileiro declarou que, independente do resultado, a sua carreira já mudou de forma definitiva e não escondeu a sua felicidade com o momento que vive.

“Não sei se estou predestinado a ganhar isso aí, mas Deus já me deu a benção de mudar de vida, isso já aconteceu. Minha carreira nunca mais vai ser a mesma. Isso era meu sonho, estar ganhando dinheiro e estar entre os melhores fazendo aquilo que eu amo. Eu sou muito feliz fazendo aquilo que faço, amo o processo de ser um lutador. Para isso, fui destinado mesmo. Mas pra ganhar esse milhão, não quero essa certeza no meu coração ainda não”, finalizou Manfio.

Na temporada 2021 do torneio dos leves, Raush Manfio conquistou três vitórias. O atleta tupiniquim derrotou Joílton Peregrino, Anthonny Pettis e Clay Collard respectivamente. Na decisão do GP, o lutador de Porto Alegre irá enfrentar Loik Radzhabov no dia 27 de outubro. O combatente possui um cartel de 15 triunfos, três reveses e um empate.

Podcast #31: SUPER LUTAS debate tudo que aconteceu no UFC 266

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments