Após especulação, José Aldo rechaça chance de revanche contra Conor McGregor | SUPER LUTAS

Após especulação, José Aldo rechaça chance de revanche contra Conor McGregor

Ex-campeão dos penas (até 65,7kg.), brasileiro diz que uma segunda luta não faz mais sentido para ambos e acredita que a situação entre os dois se inverteu

J. Aldo (esq.) terminou derrotado por C. McGregor (dir.) no confronto em 2015. Foto: Reprodução/Instagram

A emblemática rivalidade entre José Aldo e Conor McGregor não deve ter mais um capítulo. Em boa fase após derrotar Pedro Munhoz no UFC 265, o manauara foi especulado em uma revanche contra o irlandês. Porém, em entrevista ao ‘MMA Fighting’, ele esfriou qualquer possibilidade de lutar novamente quando foi questionado sobre um novo encontro com seu antigo rival.

Veja Também

“Isso é o que eu não entendo, irmão. Na época em que deveria ter acontecido, como uma revanche e até uma trilogia, eu não tive oportunidade. Ninguém falou nada e cada um seguiu seu caminho. Agora que a situação se inverteu novamente, parece que eles têm obrigação de agendá-la”, afirmou Aldo.

Apesar de Aldo e McGregor terem marcado uma das maiores rivalidades da história do esporte, as provocações antigas do ‘Notório’ já estão no passado para o brasileiro. Ele, inclusive, diz que torce para que o irlandês se recupere da dura fratura no tornozelo esquerdo sofrida no duelo contra Dustin Poirier e possa voltar a lutar em alto nível.

“Não, eu não me vejo lutando contra Conor. Nunca, eu acho. Eu posso até dizer isso. Pode acontecer amanhã, mas esse não é o caminho. Torço por ele hoje, espero que ele se recupere da lesão e volte a lutar no mais alto nível, volte a ser campeão, porque assim ele e eu estaremos sempre juntos. Não importa se eu estou pra baixo e ele pra cima ou o contrário, as pessoas sempre vão colocar nomes juntos. E desta forma, nós carregamos uns aos outros”, completou o brasileiro.

Após clima de tensão e provocação entre os dois atletas, José e Conor finalmente foram ‘trancados’ no octógono, em 2015, para o acerto de contas. A luta, no entanto, chocou o mundo, já que o irlandês nocauteou o então campeão dos penas (até 65,7kg.) com apenas 13 segundos.

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments