Junior Cigano abre as portas para desafios no boxe, mas diz que 'faltam pesos pesados corajosos' | SUPER LUTAS

Junior Cigano abre as portas para desafios no boxe, mas diz que ‘faltam pesos pesados corajosos’

O ex-campeão peso pesado do UFC analisa propostas para prosseguir com a carreira após ser dispensado pelo Ultimate

J. Cigano (foto) abriu as portas para luta de boxe. Foto: Reprodução/Facebook UFC

Ex-campeão peso pesado do UFC, Junior Cigano pode ser mais um lutador a migrar do MMA para o boxe, movimento que vem sendo feito por muitos atletas, como Anderson Silva e Vitor Belfort.

Veja Também

Em entrevista ao site norte-americano MMAJunkie.com, Cigano, que estava na plateia do evento da PFL realizado na última sexta-feira (27), revelou que está analisando propostas de diferentes organizações de MMA, boxe sem luvas e boxe.

“Estamos conversando com o bare-knuckle (BKFC), Bellator, PFL e boxe também. Eu amaria fazer uma luta de boxe, mas é difícil encontrar pesos pesados com coragem o suficiente para aceitar a luta. Esses caras só falam, mas vamos ver o que acontece”, revelou Cigano.

Junior Cigano foi dispensado pelo UFC em março deste ano. O ex-campeão não luta desde dezembro de 2020, quando foi nocauteado por Ciryl Gane, hoje campeão interino do Ultimate. O brasileiro perdeu nas últimas quatro vezes que entrou em ação e não vence desde março de 2019, quando nocauteou Derrick Lewis. Apesar do tempo de inatividade, Cigano não tem pressa para definir seu futuro.

“Não estou com pressa. Estou curtindo meu tempo e assim que tivermos um bom negócio, vamos prosseguir. Meu próximo passo é um passo importante, então não quero me apressar. Quero fazer do jeito certo”, explicou o brasileiro.

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments