Ex-rival de Alexander Volkanovski, lutador morre aos 33 anos nos Estados Unidos

Kyle Reyes teve uma infecção ao tentar reparar uma lesão no bíceps e faleceu após ter seu estado de saúde agravado

K. Reyes faleceu neste final de semana. Foto: Reprodução/Instagram

O lutador de MMA Kyle Reyes faleceu aos 30 anos, na última segunda-feira (30), nos Estados Unidos. De acordo com o site ‘GoFundMe’, o atleta da academia ‘Xtreme Couture’ teve uma infecção ao passar por uma cirurgia no bíceps esquerdo. A informação foi confirmada por família e amigos nas redes sociais.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Ainda de acordo com a página, Reyes fez um procedimento cirúrgico para reconstruir seu bíceps por uma infecção. Porém, ela se espalhou por seu pulmão esquerdo e resultou em uma pneumonia agressiva nas 24h seguintes.

Além disso, o lutador também teve um inchaço do cérebro e apresentou índice alto de oxigênio e febre. O veterano havia mostrado sinais de melhora, mas subitamente piorou nos dias seguintes.

PUBLICIDADE:

No MMA profissional, onde iniciou sua trajetória em março de 2009, Reyes competiu 18 vezes e acumulou 12 vitórias e seis derrotas em seu cartel. Natural de Guam, o lutador chegou a medir forças contra o atual campeão dos penas (até 65,7kg.) do Ultimate, Alexander Volkanovski, mas acabou perdeu na decisão unânime dos juízes.

Em sua última apresentação oficial, que ocorreu em 2018, o lutador atuou no evento ‘Tachi Palace Fights (TPF)’ – onde chegou a ser campeão, mas acabou superado por Nohelin Hernandez na decisão dividida.

PUBLICIDADE:

Homenagens

Em seu ‘Instagram’ oficial, o peso pena (até 65,7kg.) do UFC, Dan Ige, prestou uma homenagem pela morte de Reyes.

PUBLICIDADE:

“Estou sem palavras. Você tornou todos ao seu redor melhores. Descanse em paz, irmão”, escreveu Ige.

Trevin Jones, também atleta da organização, relembro uma conversa com o amigo antes de sua cirurgia e destacou que Kyle ‘estava bem’ antes do procedimento.

“Estou te dizendo, meu amigo era bom. Ele era bom, mano. Ele estava bem até fazer a cirurgia. Não sei o que aconteceu”, disse Trevin.

Podcast #45: Volkanovksi sem desafiante e brasileiros no 1º UFC do ano



Comentários

Deixe um comentário