UFC 160: Glover e Hunt recebem suspensão médica de seis meses

Além disso, outros cinco atletas podem ficar suspensos até o mês de novembro

G. Teixeira (dir.) finaliza Te Huna no UFC 160. Foto: Josh Hedges/UFC

G. Teixeira (dir.) finaliza Te Huna no UFC 160. Foto: Josh Hedges/UFC

Apesar da vitória, relativamente, tranquila sobre James Te Huna no UFC 160, a sua quarta consecutiva pelo Ultimate, Glover Teixeira recebeu uma das maiores suspensões médicas do evento. O brasileiro e o neozelandês Mark Hunt, derrotado por Junior Cigano, foram suspensos preventivamente por seis meses.

No caso de Glover, que finalizou seu oponente com pouco mais de dois minutos de luta, a suspensão se justifica por contusões sofridas na mão direita e no cotovelo. Já Hunt, que foi castigado por Cigano até ser nocauteado no segundo round, sofreu uma fratura no dedão do pé direito. Ambos os atletas devem ficar sem treinar até 10 de julho.

Outros cinco atletas podem ficar parados até o mês de novembro, dependendo de liberação médica, são eles: Gray Maynard (para avaliação de dilatação incomum na pupila direita), Dennis Bermudez (pés e mão direita lesionados), Khabib Nurmagomedov (suspeita de lesão no joelho esquerdo), Stephen Thompson (suspeita de lesão no pé esquerdo) e Brian Bowles (suspeita de contusão na mão direita).

Os demais atletas do evento, entre eles os brasileiros Antônio Pezão e Junior Cigano, foram suspenso apenas de maneira preventiva e devem voltar a treinar e atuar em breve. É bom lembrar que na maioria dos casos os lutadores voltam a treinar antes do prazo estipulado, haja vista que muitas paralisações são medidas cautelares.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments
Flávio Francisco Sousa Coelho
Flávio Francisco Sousa Coelho
7 anos atrás

Minotauro é um grande lutador desde o Pride, gosto muito do estilo de luta dele, é um ótimo finalizador, por isso mando meu voto de confiança para esse combate.