Jon Jones planeja retorno no segundo trimestre de 2022 e quer ‘fazer Ngannou parecer pequeno’

O ex-campeão reiterou que quer se tornar o peso pesado mais forte do UFC e que ainda precisa de alguns meses de preparação

J. Jones deve estrear nos pesos pesados no segundo trimestre de 2022. Foto: Reprodução/Instagram

Durante a cerimônia de indução ao Hall da Fama do UFC, realizada na última quinta-feira (23), Jon Jones atualizou os fãs a respeito de seu retorno ao octógono e à transição para os pesos pesados (até 120,2 kg).

PUBLICIDADE:

Veja Também

Em rápida entrevista coletiva durante o evento, Jones confirmou o que havia dito seu conselheiro Richard Schaefer e reiterou que quer se tornar o peso pesado mais forte do UFC.

“No momento estou pesando por volta de 115 kg e me sinto ótimo. Meu objetivo é chegar aos 122 kg. Meu objetivo é ser o mais técnico, bem condicionado e forte de todos os pesos pesados. É o que eu quero e é por esse objetivo que vou continuar trabalhando. Estou muito paciente e sei que tenho alguns meses de trabalho a fazer. Se alguém está impressionado com meu tamanho hoje, mal posso esperar para me verem como eu voltar”, disse Jon Jones.

PUBLICIDADE:

O ex-campeão dos meio-pesados (até 93 kg) revelou que seu retorno ao octógono deve acontecer no segundo trimestre de 2022 em luta pelo cinturão dos pesos pesados.

“Acho que em algum momento do segundo trimestre de 2022. Lutar pelo título é o que eu mais quero. Quero as maiores lutas. Se houvesse alguma estrela maior que Francis (Ngannou) que não tivesse o cinturão, eu faria essa luta, mas acredito que Francis seja a maior estrela nos pesos pesados e ele tem o cinturão. É isso que eu quero”, afirmou Bones.

PUBLICIDADE:

Após o discurso de agradecimento por ter sido escolhido para integrar o Hall da Fama da organização por sua primeira luta contra Alexander Gustafsson, Jon Jones disse ao público que quer fazer o atual campeão dos pesados “parecer pequeno” quando eventualmente se enfrentarem.

PUBLICIDADE:

“Quero fazer Francis Ngannou parecer pequeno. Isso vai ser difícil”, brincou Jones.

Podcast #40: José Aldo ainda pode ser campeão no UFC?