Wand topa enfrentar Sonnen, mas apenas no fim do ano: “No Brasil seria um sonho”

Luta chegou a ser cogitada para a estreia do UFC no novo canal FOX Sports 1, em agosto

Com duas vitórias em suas últimas três lutas, W. Silva (foto) mira Sonnen. Foto: Josh Hedges/UFC

Com duas vitórias em suas últimas três lutas, W. Silva (foto) mira Sonnen. Foto: Josh Hedges/UFC

Com a confirmação que Wanderlei Silva e Chael Sonnen permanecerão lutando na categoria meio-pesado, um confronto entre ambos passou a tomar conta do imaginário dos fãs. Sonnen é o “inimigo público número um” dos brasileiros depois de inúmeras provocações disparadas desde a primeira luta com Anderson Silva. Já Wand é um dos grandes heróis da história do MMA.

Apesar de uma disputa de cinturão ser uma realidade distante para ambos, o confronto faz bastante sentido pelo enorme poder comercial que os lutadores carregam. Esta condição foi reforçada quando passou a circular na internet um vídeo com o brasileiro dando uma dura no americano, ameaçando “quebrar-lhe os dentes” caso continuasse “desrespeitando o país”.

Depois de ser nocauteado por Jon Jones no UFC 159, Sonnen focou sua atenção em Wand, desafiando o brasileiro e dando um prazo de 24 horas para o Cachorro Louco aceitar. O confronto até chegou a ser cogitado como luta principal do evento de estreia da série UFC On FOX Sports 1, em agosto. Mas, de acordo com Wanderlei, a luta com Sonnen interessa, mas não neste evento.

“Vou falar uma coisa que ainda não falei pra ninguém: eu não vou lutar em Boston, isso já é certo”, disse Wand ao repórter Marcelo Russio, do Combate.com. “Sonnen ainda não me foi proposto oficialmente, ninguém me ligou oferecendo a luta. É interessante? É, muito. Mas se for se realizar, será depois (do evento) de Boston. Antes, ou em Boston, não. Estou pronto para dezembro, no evento do fim do ano. Estou desestressando um pouco a minha cabeça e o corpo por agora, porque a minha última luta foi muito difícil, porque estava gravando o TUF e me preparei lá. Esse ano já fiquei dois meses fora de casa, e agora tenho que descansar um pouco”, continuou o ex-campeão do PRIDE.

Sobre um possível local do combate, Wand foi ainda mais específico. O ídolo gostaria de lutar diante de seus fãs, em seu país. “(Lutar) No Brasil seria um sonho. Acho que ele (Sonnen) ia até ter que usar armadura e tampão de ouvido pra andar por lá (risos). Minha última no país foi em Belo Horizonte, o público foi maravilhoso, fui muito bem recebido. Tive uma semana de rei, fiz a luta da noite… Foi uma experiência muito boa”, completou.

Apesar das declarações, dificilmente o brasileiro conseguirá realizar os desejos de enfrentar Sonnen no card do fim do ano e no Brasil. Isto porque o evento de revéillon tornou-se uma das quatro datas mais importantes do calendário anual do UFC e a organização sempre realiza estes cards em Las Vegas. Foi assim em 2006, 2007, 2008, 2011 e 2012, únicos anos em que o UFC realizou eventos no último sábado antes do revéillon.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments