McGregor surpreende com elogio à atuação de Nick Diaz no UFC 266 e aproveita para provocar Nate

Irlandês ignora minimiza derrota do veterano para Robbie Lawler e ‘cutuca’ irmão mais novo

C. McGregor aprovou performance de Nick Diaz no UFC 266. Foto/Reprodução: Instagram

O retorno de Nick Diaz ao octógono após mais de seis anos de inatividade veio acompanhado de algumas críticas por parte dos fãs e imprensa especializada. Derrotado por Robbie Lawler no UFC 266, o veterano, no entanto, ganhou um elogio inesperado. Ligado no show do último fim de semana, Conor McGregor elogiou a atuação do ex-campeão do Strikeforce e aproveitou para cutucar Nate, eterno rival e irmão mais novo do ‘bad boy’.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Nick x Rob’ foi uma boa luta. O chute rodado no começo da luta deu trabalho a Nick, mas ele era um veterano e estava preparando bons ataques. Diaz acabou recebendo alguns golpes duros no corpo e Robbie estava ali, pressionando, forte, com experiência durante todo o assalto. Eu gostei”, escreveu Conor, em sua conta no Twitter.

Embora mais lento no confronto, Diaz foi capaz de suportar parte do castigo imposto por Lawler e, em alguns momentos, conseguiu surpreender o adversário com combinações de socos. A perseverança do ‘bad boy’ chamou atenção de McGregor, que aproveitou a oportunidade para comparar os estilos do irmão, minimizando o talento de seu antigo adversário, Nate.

PUBLICIDADE:

“Nate, seu boxe é mij*, comparado com o de Nick. Nós fomos alimentados com lixo, com seu estilo preguiçoso nos últimos anos. Podemos ver uma clara diferença entre os dois irmãos. Balanço, compostura. Outro nível que seu irmão impôs sobre você. Eu fiz seu sucesso”, encerrou o irlandês.

A rivalidade entre Conor e Nate começou em 2016, quando os atletas se enfrentaram em duas ocasiões. Na disputa, uma vitória para cada lado. Enquanto Diaz finalizou McGregor em confronto histórico no UFC 196, o ‘Notório’ descontou o prejuízo meses depois, batendo o adversário por pontos.

PUBLICIDADE:

PUBLICIDADE:

Podcast #40: José Aldo ainda pode ser campeão no UFC?