Em ‘combate de lendas’, Nick Diaz sente ritmo e é nocauteado por Robbie Lawler no UFC 266

Na revanche, lutadores promovem duelo de trocação intensa, mas Lawler ‘quebrou o nariz’ de Nick e venceu no terceiro round

R,.Lawler nocauteia N. Diaz no UFC 266. Foto: Reprodução/Instagram UFC

Os olhos de boa parte da comunidade dos esportes de combate estavam voltados à revanche entre Nick Diaz x Robbie Lawler e os veteranos não decepcionaram. Na terceira luta mais importante do UFC 266, evento realizado neste sábado (25) em Las Vegas (EUA), os lutadores apostaram na trocação franca e Lawler nocauteou no terceiro round. O duelo foi válido pela divisão dos médios (até 83,9kg.).

Veja Também

Assim, Robbie ‘se vinga’ de derrota sofrida em 2004 com um nocaute e afasta momento com quatro reveses seguidas. Em sua carreira, agora, ele conta com um cartel de 27 resultados positivos, nove negativos e dois empates.

Sem atuar desde 2015, Nick não volta com uma boa impressão e sofre sua 16ª derrota na carreira. O irmão de Nate, agora, tem um retrospecto de 28 triunfos, 16 reveses e um empate.

A luta

Nick Diaz tentou um chute rodado e, de forma lenta, passou longe de conseguir acertar. Em seguida, o ‘bad boy’ tentou a queda e vou telegrafado por Robbie Lawler, que se esquivou e conectou os melhores golpes na curta distância. Visivelmente lento, Diaz sentia o período de seis anos em inatividade no início do combate. Ainda assim, os dois atletas seguiram trocando golpes na curta distância com o público presente se animando com cada golpe desferido. Experientes, eles seguiram trocando golpes francos até o final do round.

No começo do segundo round, Lawler já voltou na pressão e colocou Diaz junto à grade. Em um dos momentos, ele encontrou um bom chute na linha da cintura que fez Nick sentir. As lendas seguiram trocando golpes e, apesar de estarem cansados, seguiram trocando socos por boa parte do round. Na reta final, Robbie se mostrou superior.

Já no terceiro assalto, Robbie Lawler acertou um cruzado e direto para quebrar o nariz de Nick Diaz, que desistiu de seguir no combate. Depois da ‘pausa’ do juiz, os lutadores se abraçaram e demonstraram grande respeito.

RESULTADOS DO UFC 266

CARD PRINCIPAL

Peso pena (até 65,7kg.): Alexander Volkanovski derrotou Brian Ortega na decisão unânime dos juízes (50-45, 49-46, 50-44) – Luta pelo cinturão

Peso mosca (até 56,7kg.): Valentina Shevchenko derrotou Lauren Murphy por nocaute técnico a 4m do R4 – Luta pelo cinturão

Peso médio (até 83,9kg.): Robbie Lawler derrotou Nick Diaz por nocaute técnico 44seg. do R3

Peso pesado (até 120,2kg.): Curtis Blaydes derrotou Jairzinho Rozenstruik na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso mosca (até 56,7kg.): Jéssica Bate-Estaca derrrotou Cynthia Calvillo por nocaute técnico a 4m54s do R1

CARD PRELIMINAR

Peso galo (até 61,2kg.): Merab Dvalishvili derrotou Marlon Moraes por nocaute técnico a 4m25s do R2

Peso leve (até 70,3kg.): Dan Hooker derrotou Nasrat Haqparast na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-26, 30-27)

Peso pesado (até 120,2kg.): Chris Daukaus derrotou Shamil Abdurakhimov por nocaute técnico a 1m32s do R2

Peso mosca (até 56,7kg.): Taila Santos derrotou Roxanne Modafferi na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso leve (até 70,3kg.): Jalin Turner finalizou Uros Medic com um mata-leão a 4m01s do R1

Peso médio (até 83,9kg.): Nick Maximov derrotou Cody Brundage na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso meio-médio (até 77kg.): Matthew Semelsberger derrotou Martin Sano por nocaute a 15seg. do R1

Peso pena (até 65,7kg.): Jonathan Pearce finalizou Omar Morales com um mata-leão a 3m31s do R2