Valentina Shevchenko massacra Lauren Murphy no UFC 266 e defende seu cinturão pela sexta vez

Quirguistanesa faz valer superioridade e mantém cinturão após duro nocaute no quarto round da disputa

V. Shevchenko (dir.) derrotou L. Murphy (esq.) no UFC 266. Foto: Reprodução/Instagram

Imparável. Na luta co-principal do UFC 266, realizado neste sábado (25), em Las Vegas (EUA), deu a lógica. Favorita nas casas de apostas, Valentina Shevchenko voltou a brilhar e anulou completamente Lauren Murphy na disputa de cinturão dos moscas (até 56,7kg.). Dominante, a quirguistanesa encontrou a vitória de forma brutal, com um nocaute no quarto round, mantendo o título.

Veja Também

Neste fim de semana, Shevchenko mostrou a provar o motivo pelo qual é considerada uma das melhores lutadoras de todos os tempos. Atuando de forma segura, a atleta foi pouco golpeada em quatro assaltos e fez parecer fácil o duelo contra a ex-campeã do Invicta FC.

Com o triunfo, Valentina realizou sua sexta defesa de cinturão. Campeã desde 2018, o atleta também ampliou sua série invicta para oito triunfos. Sua última derrota aconteceu em 2017, quando foi superada por Amanda Nunes.

Responsável por tentar fazer história e destronar uma lenda do MMA, Lauren Murphy não conseguiu repetir as boas atuações que a levaram à disputa de título. Antes do duelo, a atleta havia prometido que chocaria o mundo.

A luta

O confronto começou com a campeã tomando a iniciativa com um chute baixo. A desafiante arriscou um jab, mas acabou atingida com um direto de encontro. Valentina seguia mais agressiva, soltando mais os golpes, enquanto Lauren aguardava o melhor momento para atacar. Na metade da etapa, Shevchenko conectou uma combinação de chute e direto. A norte-americana seguia tímida na luta. A campeã seguia apostando nas sequências de ataques e anulava a estratégia de Murphy. Nos segundos finais, Valentina levou a adversária para o chão, mas não havia mais tempo.

No segundo round, Shevchenko lançou o primeiro golpe, com um direto, mas, desta vez, Lauren respondeu na mesma moeda. A desafiante partiu para a luta agarrada e pressionava a campeã contra as grades. Shevchenko conseguiu se desvencilhar e o duelo voltou a ser disputado no centro do octógono. Mais veloz, a quirguistanesa tocava mais a adversária e levava vantagem no embate. Na metade da etapa, a campeã ‘cinturou’ e derrubou Murphy pela segunda vez na disputa. Por cima, Valentina tentava as transições e golpeava de cima para baixo. O assalto acabou com a quirguistanesa por cima, atacando com cotoveladas.

A terceira etapa começou com Shevchenko lançando dois chutes altos em sequência, mas os ataques passaram no vazio. Murphy tentava reagir, mas não conseguia entrar no raio de ação da campeã. Valentina seguia pontuando com chutes baixos e não permitia a melhora da rival. No último minuto, Shevchenko lançou uma combinação de socos e chutes e obrigava a oponente a caminhar para trás. Quase no fim, a campeã ‘cinturou’, tentou a queda, mas o cronômetro zerou.

No penúltimo round, Lauren retornou com a obrigação de apagar os prejuízos nas etapas anteriores. A campeã, no entanto, seguia cumprindo bem o plano e não desperdiçava ataques. Passado pouco mais de um minuto, Shevchenko agrediu a adversária com um direto limpo no rosto. Murphy respondeu com um jab, mas o golpe entrou sem potência. Na metade do round, Valentina balançou a desafiante com um direto. A norte-americana chegou perto de cair e a quirguistanesa partiu para cima. Shevchenko optou pela queda e caiu em posição de vantagem. A campeã lançava ataques de cima para baixo e Lauren se defendia como podia. Valentina seguiu castigando até que o árbitro interrompeu a peleja.

Resultados do UFC 266

CARD PRINCIPAL

Peso pena (até 65,7kg.): Alexander Volkanovski derrotou Brian Ortega na decisão unânime dos juízes (50-45, 49-46, 50-44) – Luta pelo cinturão

Peso mosca (até 56,7kg.): Valentina Shevchenko derrotou Lauren Murphy por nocaute técnico a 4m do R4 – Luta pelo cinturão

Peso médio (até 83,9kg.): Robbie Lawler derrotou Nick Diaz por nocaute técnico a 44s do R3

Peso pesado (até 120,2kg.): Curtis Blaydes derrotou Jairzinho Rozenstruik na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso mosca (até 56,7kg.): Jéssica Bate-Estaca derrotou Cynthia Calvillo por nocaute técnico a 4m54s do R1

CARD PRELIMINAR

Peso galo (até 61,kg.): Merab Dvalishvili derrotou Marlon Moraes por nocaute técnico a 4m25s do R3

Peso leve (até 70,3kg.): Dan Hooker derrotou Nasrat Haqparast na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-26, 30-27)

Peso pesado (até 120,2kg.): Chris Daukaus derrotou Shamil Abdurakhimov por nocaute técnico a 1m32s do R2

Peso mosca (até 56,7kg.): Taila Santos derrotou Roxanne Modafferi na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso leve (até 70,3kg.): Jalin Turner finalizou Uros Medic com um mata-leão a 4m01s do R1

Peso médio (até 83,9kg.): Nick Maximov derrotou Cody Brundage na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso meio-médio (até 77kg.): Matthew Semelsberger derrotou Martin Sano Jr. por nocaute a 15s do R1

Peso pena (até 65,7kg.): Jonathan Pearce finalizou Omar Morales com um mata-leão a 3m31s do R2

Podcast #034: A volta de Borrachinha ao UFC e a possível aposentadoria de Fedor