Jéssica Bate-Estaca dá show, nocauteia Cynthia Calvillo e pede por nova chance pelo cinturão dos palhas

Brasileira, que atuou na divisão dos moscas, quer encarar a vencedora de Rose Namajunas e Weili Zhang; ela venceu no primeiro round

J. Bate-Estaca nocauteia C. Calvillo no UFC 266. Foto Reprodução Instagram UFC_Brasil

Deu show. Única representante tupiniquim no card principal do UFC 266 deste sábado (25), evento realizado em Las Vegas (EUA), Jéssica Bate-Estaca mostrou superioridade e nocauteou Cynthia Calvillo ainda no primeiro round. O duelo abriu a segunda metade do card.

Veja Também

Com o triunfo, Bate-Estaca consegue sua 21ª vitória nas artes marciais mistas. Agora, a atleta tupiniquim conta com um cartel de 21 triunfos e nove reveses na carreira. Ela, inclusive, é a segunda lutadora com mais vitórias na história do Ultimate (13).

Calvillo, por sua vez, sente o ‘sabor amargo’ da segunda derrota seguida – sendo a terceira por seu retrospecto no MMA. Agora, a norte-americana tem um histórico de nove triunfos, três reveses e um empate.

A luta

O combate entre as atletas começou muito estudado, com Jéssica Bate-Estaca encurralando Cynthia Calvillo junto à grade. A norte-americana tentou trabalhar nos chutes altos para rechaçar a aproximação, mas foi frustrada pela brasileira que, por sua vez, conectava os melhores golpes na curta distância.

Agressiva, Jéssica voltou a atingir com boas combinações de diretos e cruzados. Na reta final, Bate-Estaca seguiu pressionando e, nos segundos finais, conseguiu nocautear Calvillo.

Quer o cinturão…

Apesar da luta ser válida pela categoria dos moscas (até 56,7kg.), Bate-Estaca já projetou o próximo passo em sua antiga divisão, dos palhas (até 52,1kg.). Por isso, tratou de pedir um combate contra a vencedora da revanche entre Rose Namajunas e Weili Zhang, no UFC 267.

“Depois dessa vitória, eu quero enfrentar a vencedora de Rose Namajunas e Weili Zhang. É um dia muito importante para mim, é meu aniversário e foi um grande presente”, pediu a brasileira.

RESULTADOS DO UFC 266

CARD PRINCIPAL

Peso pena (até 65,7kg.): Alexander Volkanovski x Brian Ortega – Luta pelo cinturão

Peso mosca (até 56,7kg.): Valentina Shevchenko x Lauren Murphy – Luta pelo cinturão

Peso médio (até 83,9kg.): Nick Diaz x Robbie Lawler

Peso pesado (até 120,2kg.): Curtis Blaydes x Jairzinho Rozenstruik

Peso mosca (até 56,7kg.): Jéssica Bate-Estaca derrotou Cynthia Calvillo por nocaute a 4m54s do R1

CARD PRELIMINAR

Peso galo (até 61,2kg.): Merab Dvalishvili derrotou Marlon Moraes por nocaute técnico a 4m25s do R2

Peso leve (até 70,3kg.): Dan Hooker derrotou Nasrat Haqparast na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-26, 30-27)

Peso pesado (até 120,2kg.): Chris Daukaus derrotou Shamil Abdurakhimov por nocaute técnico a 1m32s do R2

Peso mosca (até 56,7kg.): Taila Santos derrotou Roxanne Modafferi na decisão unânime dos juízes (30-27, 30-27, 30-27)

Peso leve (até 70,3kg.): Jalin Turner finalizou Uros Medic com um mata-leão a 4m01s do R1

Peso médio (até 83,9kg.): Nick Maximov derrotou Cody Brundage na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Peso meio-médio (até 77kg.): Matthew Semelsberger derrotou Martin Sano por nocaute a 15seg. do R1

Peso pena (até 65,7kg.): Jonathan Pearce finalizou Omar Morales com um mata-leão a 3m31s do R2

Podcast #034: A volta de Borrachinha ao UFC e a possível aposentadoria de Fedor