Joseph Benavidez explica decisão por aposentadoria e descarta retorno ao esporte no futuro

Norte-americano anunciou que iria 'pendurar as luvas' após perder para Askar Askarov e diz que não se arrepende da decisão

J. Benavidez se aposentou das artes marciais mistas aos 37 anos. Foto: Reprodução/Instagram

Em uma carreira marcada por ser um dos principais nomes dos moscas (até 56,7kg.) e pelas quatro tentativas de se tornar campeão do UFC, Joseph Benavidez elencou os motivos aos quais adiantaram sua aposentadoria das artes marciais mistas.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Na participação ao podcast ‘The Fighter vs. The Writer’, Benavidez revelou que pensava em ‘pendurar as luvas’ antes mesmo de seu combate diante de Askar Askarov, que marcou sua despedida do octógono.

“Antes da minha luta com Askar, eu realmente queria que fosse minha última luta. Eu sabia que aquela seria minha última luta, por meus treinamentos e pela preparação. Eu mudei minha música de entrada – e não foi como uma aposentadoria intencional, mas eu já sabia de tudo. Depois da luta, eu realmente sabia que era a escolha certa pelo jeito que me senti lá. Eu não queria me sentir assim de novo”, disse Joseph.

PUBLICIDADE:

A última luta de Benavidez ocorreu em março deste ano, quando perdeu para Askarov na decisão unânime dos juízes. Apesar disso, o ex-lutador garante que, ainda que ame o esporte, esteve certo sobre sua decisão no momento em que fez o anúncio pela aposentadoria.

“É uma coisa que sempre fiz com paixão. Algo que eu amei. Já se passaram dois meses desde a minha última luta e não perdi o treino de jeito nenhum. Eu não tinha treinado nada. Não faltei ao treino. Isso é o que é preciso para lutar. (…), mas foi algo bem acabado. Você não vai me ver fazendo outra volta ou qualquer coisa estranha”, finalizou o norte-americano.

PUBLICIDADE:

Benavidez, que estreou no MMA em 2006, deixou o esporte com 36 lutas em seu currículo. O combatente soma 28 triunfos e oito reveses na modalidade. Pelo UFC, foram 21 compromissos, tendo superado os rivais em 15 oportunidades.

PUBLICIDADE:

Podcast #40: José Aldo ainda pode ser campeão no UFC?