Show de finalizações e nocaute de Thiago Silva sobre Feijão marcam card principal do UFC Fortaleza

Jason, Sarafian, Erick Silva e Thiago Silva saíram como vencedores nos primeiros combates do TUF Brasil 2 Finale

R.Jason (foto) abriu com vitória sobre M.Wilkinson o card principal do TUF Brasil 2 Finale. Foto: Josh Hedges/UFC

R.Jason (foto) abriu, com vitória sobre M.Wilkinson, o card principal do TUF Brasil 2 Finale. Foto: Josh Hedges/UFC

Antes das duas lutas que fecham o TUF Brasil 2 Finale, neste sábado (8) em Fortaleza, a decisão do torneio do reality e o duelo dos técnicos, quatro combates agitaram o card principal do evento. E o que se viu foi um verdadeiro festival de jiu-jitsu, que fez com que este seja o evento com mais finalizações na história do UFC, somado a um nocaute impiedoso do meio-pesado Thiago Silva sobre Rafael Feijão.

LEIA MAIS:
– Werdum consegue revanche e finaliza Minotauro
– Brasileiros vencem todas no card preliminar do UFC Fortaleza
– Leo Santos finaliza Patolino e é o campeão doTUF Brasil 2

Thiago Silva sai de situação complicada e nocauteia Feijão

No duelo entre os pesos meio-pesados Thiago Silva e Rafael Feijão, o que se viu foi uma grande reviravolta. Depois de começar acuado e sendo dominado pelo ex-campeão dos Strikeforce, Thiago se aproveitou da queda de rendimento do oponente e partiu para o nocaute.

Silva havia sofrido os golpes mais contundentes da primeira metade do primeiro assalto quando se aproveitou do nítido cansaço apresentado por Feijão para assumir o controle da luta no fim do round. Com uma boa sequência, que começou com um direto e contou com um gancho preciso, o atleta da Blackzilians levou o adversário ao chão e obrigou o árbitro Dan Miragliotta a interromper o combate.

Em sua entrevista após a vitória, Thiago Silva minimizou o desentendimento ocorrido entre Feijão e ele durante as últimas semanas. “Essa troca de farpas faz parte do show. A galera gosta de ver ‘o pau quebrar’! Eu estou aqui pra fazer o meu trabalho”, declarou.

Erick Silva aplica uma finalização-relâmpago

O capixaba Erick Silva entrou no octógono disposto a manter a alta média de finalizações do TUF Brasil 2 Finale. Erick não tomou conhecimento de Jason High e conquistou a vitória mais rápida do evento, em apenas um minuto e dez segundos, se recuperando da derrota sofrida para Jon Fitch – em outubro do ano passado.

Após uma boa defesa de queda logo no início do combate, High não conseguiu evitar a segunda investida do brasileiro, que acabou rapidamente ganhando as costas do norte-americano. Em poucos segundos, Erick trabalhou a posição e conseguiu a finalização com uma chave de braço que começou como um triângulo.

Sarafian também usa o jiu-jitsu para vencer

Em uma das vitórias mais tranquilas da noite, o finalista da primeira edição do TUF Brasil Daniel Sarafian finalizou Eddie Mendez em três minutos e quarenta segundos. Após um início de combate estudado, os atletas foram para o clinch na grade, quando Sarafian se aproveitou de uma bobeada do oponente e levou o combate para o chão.

Com um jogo de solo muito mais apurado que o norte-americano, Daniel, que é pupilo de Demian Maia, não teve dificuldades em conseguir a montada e finalizar Mendez com um katagatame. Em sua entrevista, Sarafian falou sobre a estratégia para conquistar sua primeira vitória no UFC. “Eu tinha a tática de levar a luta para o chão, por mais que eu confie na minha luta em pé. Ainda bem que eu consegui levar ele com um golpe de judô que ele não pode esperar”, disse.

Jason finaliza inglês rapidamente

Se o clima foi quente durante todo o card preliminar, a luta que abriu o card principal do TUF Brasil 2 Finale não foi diferente. O cearense Rony Jason quase pôs o ginásio Paulo Sarasate abaixo em sua entrada, com a tradicional máscara do vilão dos filmes de terror. E se havia alguma dúvida sobre a forma como o pupilo dos irmãos Nogueira e campeão do TUF Brasil 1 iria conduzir o combate, ela se extinguiu em pouco mais de um minuto de luta.

Trabalhando por baixo, Rony conseguiu pegar o britânico em um triângulo muito justo. Com a posição conquistada, Jason trabalhou a finalização, mas contou com a resistência de Wilkinson. O inglês se recusou a bater e terminou o combate completamente apagado, após ainda levar algumas cotoveladas do brasileiro. No fim, o cearense ainda saiu pedindo silêncio aos conterrâneos nas arquibancadas, pois, segundo ele próprio, o adversário estaria dormindo.

Durante sua entrevista após a vitória, Jason lembrou sua origem humilde, na pequena cidade de Quixadá, no interior do Ceará. O campeão do TUF Brasil 1 ainda falou sobre como aceitou o combate de última hora e se emocionou ao oferecer o resultado ao seu falecido avô. “Eu gostaria de dedicar essa vitória ao meu avô que infelizmente faleceu. Vô, agora eu posso te dar um abraço e dizer ‘vai com Deus’. Essa aqui foi pro senhor, tá bom?”, disse Rony.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments