Estrela do Bellator, Corey Anderson volta a criticar UFC e cita ‘pressão mental’ quando lutava no evento

Invicto na nova casa, meio-pesado destaca mudança drástica na vida, que tem refletido em suas performances no cage circular

C. Anderson está invicto no Bellator. Foto: Reprodução/Instagram

Estrela do Bellator, Corey Anderson vive um grande momento em sua vida. Depois de trocar o UFC pela maior concorrente e fazer valer o investimento, o lutador tem muito o que comemorar. Com três atropelos consecutivos, o norte-americano destacou o segredo para a atual fase e criticou a relação com a antiga casa.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Eu estou feliz agora. Esse é o segredo. Um lutador feliz é um lutador perigoso. Minha vida mudou por completo. Sou pai, tenho duas crianças lindas. Eu não trabalho, eu acordo e vivo um sonho. Estou feliz com tudo o que tenho feito na vida”, disse o atleta, na coletiva após sua vitória sobre Ryan Bader.

Disposto a esclarecer sobre seu atual momento, Anderson foi além. O lutador afirmou que não ter que lidar com burocracias que, segundo o atleta, eram frequentes no Ultimate, foi parte importante para o processo.

PUBLICIDADE:

“Eu não tenho mais brigado com uma organização. Eu tentava discutir no Twitter e sempre era um tiro no pé. Agora, não preciso fazer mais isso. (…) Era difícil no UFC, não só pela competição, mas mentalmente. Eu derrotava os adversários e sempre me colocavam contra rivais atrás no ranking. (…) Eu não tinha apenas que lutar no cage, mas contra a organização também”, encerrou.

Neste sábado (16), Anderson voltou a dar show no Bellator. Adversário do ex-campeão dos meio-pesados (até 93kg.), Ryan Bader, o combatente precisou de menos de um minuto para derrotar o rival. Com o triunfo, o norte-americano avançou à final do torneio da categoria e enfrentará o atual dono do cinturão, Vadim Nemkov.

PUBLICIDADE:

Podcast #41: José Aldo de volta ao topo + Charles do Bronx e Amanda Nunes no UFC 269