Fora do ranking, Jedrzejczyk se une a outros atletas e cobra melhores pagamentos ao UFC para voltar a lutar

Lenda do peso palha, polonesa, que não luta há quase dois anos, pede reconhecimento financeiro por parte da empresa

J. Jedrzejczyk após vitória pelo Ultimate. Foto: Reprodução/ Facebook UFC

Lenda dos palhas (até 52,1kg.) no MMA, Joanna Jedrzejczyk se uniu a outros companheiros de UFC para cobrar melhores pagamentos da empresa. Sem lutar há quase dois anos e retirada recentemente dos rankings da empresa por inatividade, a ex-campeã da companhia pediu publicamente por reconhecimento financeiro. Em entrevista ao ‘The MMA Hour’, a atleta apontou a situação como condicional para seu retorno ao octógono.

PUBLICIDADE:

Veja Também

R. Manfio C. de Sapato e B. Cappelozza

“Eu sinto que mereço uma fatia maior do bolo. Não me vejo lutando fora do UFC, mas existem pessoas interessadas em me contratar e oferecer muito dinheiro. Sou uma soldado. Sinto que vendo pay-per-views, mas não recebo mais os créditos. Não estou reclamando. Não sou mais a campeã, mas mereço mais. Vou discutir isso com Dana (White), com quem combina as lutas. Me sinto bem. Quero voltar ao octógono em breve”, afirmou a combatente.

Campeã dos palhas entre 2015 e 2017, Joanna não sobe no octógono desde a grande batalha contra Weili Zhang, em fevereiro de 2020. Na ocasião, a polonesa tentava recuperar o trono do grupo, mas acabou superada pela chinesa por pontos, em uma das melhores lutas na história do MMA feminino.

PUBLICIDADE:

Após o tropeço, Jedrzejczyk optou por seguir fora dos programas de lutas da organização. Sem atuar, a lutadora acabou retirada dos rankings que posicionam as melhores atletas da companhia.

Aos 34 anos, Joanna soma 20 confrontos como profissional no MMA. Ao longo de quase 10 anos de carreira, a polonesa coleciona 16 vitórias e quatro derrotas.

PUBLICIDADE:

Podcast #40: José Aldo ainda pode ser campeão no UFC?