Rashad Evans se recupera e vence Hendo no UFC 161

Na segunda luta mais importante da noite, Stipe Miocic surpreendeu Roy Nelson

R. Evans (foto) bateu D. Henderson na luta principal do UFC 161. Foto: AP

R. Evans (foto) bateu D. Henderson na luta principal do UFC 161. Foto: AP

A luta principal do UFC 161, evento realizado neste sábado (15), não decepcionou aos fãs canadenses presentes no MTS Centre, na cidade Winnipeg. Apesar das várias baixas no programa de lutas por contusão, os norte-americanos Rashad Evans e Dan Henderson fizeram um combate de trocação franca e marcado pela alternância de controle na disputa. No final, vitória de Evans na decisão dividida dos juízes. Com o resultado, o ex-campeão do UFC conseguiu se recuperar de uma sequência de duas derrotas em série e fez as pazes com a vitória.

A luta

Em duelo com dois especialistas no wrestling, a luta transcorreu durante todo o tempo em pé. O combate começou equilibrado, com os atletas tentando encontrar a melhor distância para soltar os golpes. E quem golpeou o adversário primeiro foi Hendo. O ex-campeão do Pride acertou um jab, seguido de cruzado que levou o ex-dono do cinturão do UFC ao solo. Porém, Evans rapidamente se levantou e tentou responder os ataques.

No segundo round, a disputa continuava equilibrada. Mas com o passar o tempo, os 42 anos de Dan Henderson começaram a pesar e Rashad foi tomando conta da luta. Apesar de defender as tentativas de queda de Evans, Dan não conseguia responder aos ataques com seus potentes socos como havia feito na parcial anterior.

Com a disputa totalmente equilibrada, o terceiro assalto seria o responsável por definir a disputa. Rashad, aparentando melhor condicionamento físico, pressionou Henderson contra as grades e acertava alguns golpes curtos. Já Dan mostrava a já conhecida valentia, mas sem objetividade.

Ao final de 15 minutos de um bom duelo, vitória de Rashad Evans na decisão dividida dos juízes (29×28, 28×29, 29×28).

Miocic surpreende Nelson

Na segunda luta mais importante da noite a zebra andou solta. Cotado como favorito na disputa, o ‘gordinho’ Roy Nelson foi dominado por Stipe Miocic. Com maior envergadura, o lutador de origem croata manteve Nelson afastado e trabalhou com boas combinações de socos. Por sua vez, o norte-americano tentava definir a disputa em apenas um golpe, mas Miocic sempre evitava o rival e o mantinha afastado.

O jogo tático de Stipe continuou no segundo round e ele voltou a balançar Roy com bons jabs e diretos. Já Nelson demonstrava cansaço na metade final da parcial. No último assalto, Miocic administrou a vantagem conseguida nos rounds anteriores e levou a fatura na decisão unânime dos juízes. O triunfo marcou a 10ª vitória em 11 lutas na carreira do atleta de origem croata.

Mulheres dão show no card principal

Na quarta luta feminina da história do UFC as mulheres mais uma vez não decepcionaram. Alexis Davis e Rosi Sexton fizeram um embate disputado e que levantou o público canadense. A britânica Sexton começou melhor na peleja, onde conseguiu ficar por cima na luta de solo e acertar alguns socos. Porém, como apoio da torcida, Davis se recuperou nas parciais seguintes.

No segundo round, a inglesa até conseguiu uma queda, mas logo foi raspada e Alexis trabalhou com golpes. No desespero, Rosi Sexton tentou ficar na posição de quatro apoios e Alexis tentou encaixar o estrangulamento, mas Sexton defendeu a posição.

No terceiro assalto foi a vez de Alexis Davis buscar a queda e terminar por baixo. Mas com um solo de solo afiado, ela raspou e chegou as costas da adversária. Desta vez foi a vez de Sexton inverter a posição e jogar por cima, mas, novamente, a lutadora local inverteu a posição e terminou a peleja acertando a adversária.

No final, vitória de Alexis Davis na decisão unânime dos juízes (29×28, 29×27, 29×28).

Confira abaixo os resultados completos do UFC 161:

Card Principal

Rashad Evans derrotou Dan Henderson na decisão dividida dos juízes;

Stipe Miocic derrotou Roy Nelson na decisão unânime dos juízes;

Ryan Jimmo derrotou Igor Pokrajac na decisão unânime dos juízes;

Alexis Davis derrotou Rosi Sexton na decisão unânime dos juízes;

Shawn Jordan derrotou Pat Barry por nocaute técnico no R1;

Card preliminar

Jake Shields derrotou Tyron Woodley na decisão unânime dos juízes;

James Krause finalizou Sam Stout com uma guilhotina no R3;

Sean Pierson derrotou Kenny Robertson na decisão majoritária dos juízes;

Roland Delorme derrotou Edwin Figueroa na decisão unânime dos juízes;

Mitch Clarke derrotou John Maguire na decisão unânime dos juízes;

Yves Jabouin derrotou Dustin Pague na decisão unânime dos juízes;

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments