Justin Gaethje promete ‘ato rebelde’ caso não dispute o cinturão, após vencer Michael Chandler

Ex-campeão interino, o norte-americano prometeu fazer um 'motim' caso o Ultimate não o coloque para lutar pelo título, em caso de vitória no UFC 268 desse sábado

J. Gaethje em coletiva pelo UFC. Foto: Reprodução/YouTube UFC

Para Justin Gaethje, não existe outro caminho para o seu futuro, em caso de vitória no UFC 268. O lutador dos leves (até 70,3kg) acredita que merece disputar o cinturão da categoria, caso vença Michael Chandler e prometeu fazer um ‘motim’ caso isso não aconteça.

PUBLICIDADE:

LEIA MAIS: O caminho para a revanche; relembre as últimas lutas de Kamaru Usman e Colby Covington

Veja Também

“Eu já disse isso: se eu não receber o ‘title shot’, nós vamos provocar um motim. Nós vamos para a guerra. Eu tenho que ser parcial no que se refere a isso. Eu não vou ficar aqui por muito mais tempo, então se eu for esnobado novamente, então, sim, eu teria que fazer algo sobre isso. Mesmo que seja causar confusão”, afirmou Gaethje.

PUBLICIDADE:

Ex-campeão interino e atual número dois do ranking, Gaethje não pisa no octógono desde outubro de 2020. Na ocasião, o norte-americano vinha de quatro vitórias seguidas e foi finalizado pelo então campeão linear Khabib Nurmagomedov. No próximo sábado (06), o ‘Highlight’ vai enfrentar Michael Chandler no card principal do UFC 268. O combatente possui um cartel de 22 triunfos e três reveses no MMA profissional.

Podcast #40: José Aldo ainda pode ser campeão no UFC?