Confiante, Usman se autointitula melhor meio-médio da história após vencer Covington no UFC 268

Depois de vencer Colby Covington no UFC 268, nigeriano fala sobre 'evolução do esporte' para dizer que já superou nomes como Georges St-Pierre e Matt Hughes

K. Usman em entrevista coletiva pós-UFC 268. Foto: Reprodução/YouTube

Com as aposentadorias de Matt Hughes e Georges St-Pierre, os meio-médios (até 77kg.) ficaram em evidência nos holofotes das comunidades de MMA do mundo. E, com a ascensão de Kamaru Usman, a discussão de melhor lutador da história da divisão segue sendo questionada.

PUBLICIDADE:

Veja Também

K. Usman e R. Namajunas UFC 268

E, em entrevista coletiva pós-UFC 268, evento realizado neste sábado (6), o nigeriano – que bateu Colby Covington na luta principal da noite – falou sobre a evolução do esporte para se autointitular como o principal nome da história da categoria.

“Quem é o melhor agora? Você sabe, eu amo Georges St-Pierre e valorizo tudo que ele fez pelo esporte. Eu o respeito muito, mas o tempo evolui. O esporte evolui. Lutadores ficam melhores, com mais fome. E é onde eu estou agora”, afirmou Usman.

PUBLICIDADE:

E não para por aí. Perto de bater a marca de lutador com maior sequência de vitórias no Ultimate (15), – atrás apenas de Anderson Silva, com 16, o campeão afirma que ainda treina para se tornar melhor na busca pela perfeição em seu jogo.

“Todas as manhãs eu penso sobre alguma forma de melhorar, evoluir meu jogo. Eu sei que ainda tenho muitas brechas que posso melhorar, sabe? Às vezes a gente pode se acomodar, mas não quero que isso aconteça. Então, enquanto eu ainda tiver fome para fazer isso, seguirei fazendo”, concluiu o nigeriano.

PUBLICIDADE:

Apontado, por muitos, como um dos melhores lutadores da história, Kamaru Usman teve uma grande batalha de cinco rounds contra Colby Covington, onde acabou levando o duelo na decisão unânime dos juízes. Até o instante, ele defendeu seu título em cinco oportunidades, atrás apenas do próprio GSP, que tem nove.

PUBLICIDADE:

Podcast #40: José Aldo ainda pode ser campeão no UFC?