Justin Gaethje diz que Islam Makhachev não merece disputar o cinturão dos leves e explica os motivos

Em entrevista ao MMA Junkie, o norte-americano afirmou que dar uma oportunidade de título pro russo, nesse momento, seria ruim para a 'integridade do esporte'

J. Gaethje e I. Makhachev trocaram farpas públicas recentemente. Foto: Montagem SUPER LUTAS

Para Justin Gaethje, ainda não há motivos para Islam Makhachev ser o próximo desafiante ao cinturão dos leves (até 70,3kg). Defendendo a sua ‘posição’, o ex-campeão interino disse que o russo ainda não merece lutar pelo título mundial e afirmou que isso derrubaria a ‘integridade do esporte’. A declaração foi dada em entrevista ao ‘MMA Junkie‘.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Ele (Makhachev) enfrentou o número 14, foi para a quinta posição no ranking e lutou com Dan Hooker, que aceitou o combate de última hora. Não existe nenhum mundo onde, na integridade desse esporte, ele mereceria ou justificaria fazer isso (lutar pelo cinturão)”, disse Gaethje.

O norte-americano afirmou que merece ser o próximo a lutar pelo cinturão até 70,3kg e justificou os motivos.

PUBLICIDADE:

“As pessoas nos respeitam porque não é como no boxe, porque as melhores lutas acontecem. Eu tenho que lutar contra o vencedor de Charles Oliveira e Dustin Poirier para justificar a integridade desse esporte, e eu estou confortável com isso. Eu não preciso fazer mais nada”, finalizou o ‘Highlight’.

Atual número dois do ranking dos leves, Gaethje derrotou Michael Chandler na decisão unânime dos juízes no UFC 268. O norte-americano vem de cinco vitórias em seus últimos seis combates na organização e possui um cartel de 23 triunfos e três reveses.

PUBLICIDADE:

Podcast #40: José Aldo ainda pode ser campeão no UFC?