Thiago Moisés destaca ‘evolução pós-Makhachev’ e garante anular promessa do Ultimate neste sábado

Destaque dos leves, brasileiro fala com exclusividade ao SUPER LUTAS sobre desafio contra Joel Alvarez no UFC Las Vegas 42

T. Moisés em vitória pelo UFC. Foto: Reprodução/Instagram

De volta após a derrota para Islam Makhachev em um dos compromissos mais duro de sua carreira, Thiago Moisés está de volta. Neste sábado (13), a promessa dos leves (até 70,3kg.) busca retomar o caminho das vitórias e terá um adversário duro. Rival de Joel Alvarez no UFC Las Vegas 42, o brasileiro falou com exclusividade ao SUPER LUTAS sobre o compromisso do fim de semana e sobre a evolução na carreira.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Destaque ‘verde amarelo’ na categoria liderada por Charles do Bronx, Moisés quer vencer para seguir a trajetória rumo ao topo da categoria. Para isso, o combatente precisa superar uma aposta da organização.

Evolução ‘pós-Makhachev’

Em julho de 2021, Thiago concluiu o desafio mais duro de sua carreira, até o momento. O atleta dividiu o octógono com Islam Makhachev, considerado, por muitos, como o sucesso de Khabib Nurmagomedov, e acabou superado com uma finalização. Para o brasileiro, a derrota serve de aprendizado e pode ser utilizada para sua evolução enquanto lutador.

PUBLICIDADE:

“A questão é ver o erro técnico. Continuar evoluindo, melhorando. Esse é o maior aprendizado. Nunca podemos parar de evoluir”, afirmou.

Análise de Joel

Neste fim de semana, Moisés terá outro desafio de peso em sua carreira. O brasileiro enfrenta Joel Alvarez, que é considerado uma aposta da empresa para o grupo. O tupiniquim, no entanto, não esconde a confiança e exalta sua experiência para ser superior no confronto.

PUBLICIDADE:

“Ele é um cara bem alto, tem uma envergadura bem grande. Tem bons golpes retos, se defende bem. Tem uma boa joelhada, chuta bem e perigoso no chão, mas não é nada que eu já não tenha visto antes, ou enfrentado dentro do UFC – até mesmo na academia. Ali (na American Top Team), só tem caras duros. Ele nunca lutou com um adversário do meu nível e eu já lutei com muito cara duro. O nível de competição que ele pegou até hoje não se compara com o que eu venho pegando dentro do UFC”, garantiu.

PUBLICIDADE:

Frequência na empresa

Próximo de seu terceiro compromisso na temporada, Thiago não quer saber de descanso em 2022. O brasileiro falou sobre a expectativa de se manter ativo na organização e garantiu que pretende manter a agenda cheia. A escolha de novos oponentes, no entanto, não é algo que preocupa o lutador.

“Quero me manter ativo, aproveitar que sou jovem e saudável e lutar o máximo que puder. Sou um funcionário do UFC. Luto com quem mandarem. Vamos esperar o confronto do sábado para sabermos dos próximos passos”, disse.

Desfecho ideal: simples e objetivo

Conhecido por sua versatilidade dentro do MMA, Moisés não esconde que o desejo é encerrar o confronto com Alvarez na via rápida. Assim, o atleta disparou sobre a ‘vitória dos sonhos’.

“Nocaute no primeiro round, seria perfeito (risos). Quero um bônus para fechar com chave de ouro”, encerrou.

Histórico dos atletas

Aos 26 anos, Moisés se encaminha para sua 21ª luta como profissional no esporte. Hoje, o paulista soma 15 vitórias e cinco derrotas.

Com 28, Joel Alvarez também fará o 21º embate na modalidade. O lutador tem 18 triunfos e dois reveses.

Podcast #39: Prévia de Aldo, Charles e Amanda + 14 anos de SUPER LUTAS