Chael Sonnen desaprova possível luta entre Gilbert Durinho e Khamzat Chimaev: ‘não apoiem isso’

Ex-lutador acredita que o brasileiro já fez 'favores' demais ao UFC e não deveria servir de 'escada' para a ascensão do sueco

K. Chimaev (esq.) pode enfrentar G. Durinho (dir) em janeiro. Foto: Reprodução/Instagram

O duelo entre Gilbert Durinho e Khamzat Chimaev parece estar nos planos do UFC para 2022, mas não é unanimidade entre especialistas. Ex-desafiante ao cinturão da organização e atualmente comentarista, Chael Sonnen se manifestou contra o possível encontro entre os meio-médios (até 77 kg).

PUBLICIDADE:

Em seu canal no Youtube, Chael Sonnen pediu aos fãs para não apoiarem a ideia do duelo entre o brasileiro e o russo naturalizado sueco. De acordo com Sonnen, Neil Magny deveria ser o escolhido como próximo adversário de Chimaev.

“Na minha opinião, Neil Magny deveria fazer essa luta. Gilbert Burns não. Burns e Chimaev, se você ouvir alguém falar disso, não apoie. Não faça parte disso, não retuíte isso, não publique isso, mate essa história. Você deve isso a Burns. Alguém precisa pular na granada que é Chimaev. Quão bom ele é? Quão bom ele não é? O que é verdade? O que não é? Deixe ele (Magny) descobrir isso. Alguém precisa pular na granada que é enfrentar um prospecto tão bom quanto Chimaev”

PUBLICIDADE:

Ainda segundo Sonnen, Gilbert Burns, segundo colocado no ranking dos meio-médios, deveria enfrentar alguém no top 5 da divisão, e não servir como “escada” para a ascensão de Chimaev. O ex-lutador acredita que Durinho já fez favores demais ao UFC.

“Gilbert Burns merece estar no lugar em que está. Alguém tem que pular nessa granada, mas não é ele. Gilbert já fez muitos favores. Se Chimaev é tão bom quanto as pessoas pensam e alguém precisa ser uma ‘escada’ para ele, não deveria ser Gilbert. Gilbert já fez o suficiente. O telefone dele já tocou vezes demais para fazer trabalhos que ninguém mais teve coragem de fazer. Não apoie essa luta, não mencione essa luta. Gilbert merece não ser uma potencial ‘escada’ para Chimaev”, finalizou o norte-americano.

PUBLICIDADE:

Podcast #40: José Aldo ainda pode ser campeão no UFC?