Diego Sanchez é hospitalizado por complicações graves da Covid-19, mas se mantém cético sobre vacina

O campeão da primeira edição do The Ultimate Fighter foi internado com pneumonia e coágulos de sangue nas pernas

D. Sanchez foi cortado do UFC após 16 anos. Foto: Reprodução/Instagram

Ex-lutador do UFC e campeão da primeira edição do The Ultimate Fighter, Diego Sanchez foi internado por conta de graves complicações relacionadas à Covid-19.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Há uma semana, o atleta de 39 anos contou aos seus seguidores que havia contraído o vírus e descreveu uma série de sintomas.

“Cag****, tossindo, vomitando, com febre alta constante, dor em todas as articulações, cinco dias sem dormir e constante falta de ar”, escreveu Diego Sanchez no dia 19 de novembro.

PUBLICIDADE:

Na época, Diego Sanchez, que ainda não se vacinou contra a Covid-19, afirmou que faria uso de um coquetel de anticorpos para combater os sintomas. A situação do lutador, no entanto, piorou logo em seguida.

“Me sinto como um membro das Forças Especiais da Marinha em privação do sono por toda a semana. Mais uma noite sem dormir, meu corpo está limpando todo o veneno. Os anticorpos estão funcionando, fiquei sabendo que três dias são o suficiente para a maioria das pessoas”, escreveu o lutador, ainda otimista.

PUBLICIDADE:

Seis dias depois, na última quinta-feira (25), Diego Sanchez publicou uma foto na qual aparecia no hospital e revelou que está com uma pneumonia relacionada à Covid-19. Logo depois, o veterano voltou às redes para relatar coágulos de sangue nas duas pernas.

PUBLICIDADE:

“Coágulos de sangue agora! Covid não é piada. Coágulos de sangue em minhas duas pernas”, contou Diego.

Apesar do drama vivido com a doença, Diego Sanchez contou a um fã que ainda não está convencido em relação à vacinação para a Covid-19.

“Estou passando por isso, mas não posso dizer que estou convencido sobre a vacina no atual momento”, disse Diego.

Diego Sanchez foi demitido pelo UFC em maio deste ano após mais de 15 anos lutando pela organização. Livre no mercado, o lutador teve seu nome ligado ao boxe sem luvas, mas ainda não tem seu futuro definido.

Podcast #46: Aquecimento para o UFC 270 com duas disputas de cinturão + Amanda Nunes fora da ATT e Jake Paul rico