Chandler diz que respeita ‘trash talk’ de McGregor e volta a demonstrar interesse em luta

Em sequência de duas derrotas, norte-americano tem mirado em um possível confronto contra irlandês em 2022

C. McGregor e M. Chandler podem se enfrentar em 2022. Foto: Reprodução/Twitter

Depois da ‘guerra’ diante de Justin Gaethje no UFC 268, Michael Chandler já tem um novo alvo para sua próxima apresentação: Conor McGregor. Flertando com a possibilidade de enfrentar o irlandês, o ‘Iron’ fez questão de fugir do padrão e demonstrou respeito ao estilo provocativo de seu possível rival. Ele, inclusive, afirma que também pode ajudá-lo na promoção, caso o combate seja marcado.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Se a luta acontecer, você poderá ver um lado diferente de mim. Sou muito bom em usar meu vocabulário para envolver os caras com palavras sem ter que ir para insultos básicos, que podem prejudicar a reputação. Veremos. Respeito o Conor (McGregor) por tudo que ele fez e como lutador, até mesmo com o ‘trash talk’. É algo que estou ansioso para fazer”, admitiu Chandler em entrevista ao podcast ‘DC & RC’.

O duelo, no entanto, ainda pode demorar para acontecer. McGregor planeja retorno aos treinos, após sofrer uma fratura na perna na derrota para Dustin Poirier no UFC 264. Michael Chandler, por sua vez, ainda se recupera de uma das melhores lutas do ano e projeta volta no meio de 2022.

PUBLICIDADE:

“Nós precisamos nos curar e veremos se a luta acontece. Se isso acontecer, com certeza vai ser uma festa dentro do octógono. E posso garantir que vou carregar meu peso também no microfone e fora do octógono”, finalizou.

Além de tentar um confronto contra o lendário irlandês, Michael também mira a recuperação dentro do UFC. Contratado pela empresa no fim de 2020, a lenda do Bellator soma dois resultados negativos em sequência. Hoje, Chandler ocupa a quinta posição no grupo liderado por Charles do Bronx. Com previsão de retorno ao octógono em 2022, o irlandês está em nono.

PUBLICIDADE:

Podcast #46: Aquecimento para o UFC 270 com duas disputas de cinturão + Amanda Nunes fora da ATT e Jake Paul rico