Treinador de Julianna Peña aponta brecha para ‘chocar o mundo’ contra Amanda Nunes no UFC 269

Responsável por afiar o jiu-jitsu da desafiante, Luiz Claudio demonstra respeito pela 'Leoa', mas vê Peña pronta para conquistar o cinturão

No dia 11 de dezembro, Amanda Nunes defenderá o posto de ‘número um’ do cinturão das galos (até 61,2kg.) em uma das lutas mais aguardadas do UFC 269. Mas, para isso, a brasileira precisa derrotar Julianna Peña. Um dos treinadores da desafiante, Luiz Claudio, apontou brecha e sugeriu estratégia da venezuelana para ‘chocar o mundo’ e se tornar campeã do Ultimate.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“É até difícil de falar, porque Amanda não é campeã à toa. Como qualquer lutador, ela tem uma brecha ou uma dificuldade em alguma coisa. Com o passar dos anos, ela melhorou muito em todos os aspectos. Então, realmente, é uma casca-grossa para você estudar. Existem algumas coisas que a gente viu e que a Julianna vai explorar. Eu acho que ninguém quer ficar trocando (golpes) com a Amanda e a gente sabe disso. É o ponto mais forte dela e todo mundo já sabe disso. E acho que, depois das duas derrotas que a Julianna teve, ela amadureceu muito. Ela está vindo com a cabeça forte e está preparada”, afirmou Claudio em entrevista exclusiva ao canal do SUPER LUTAS.

Grande responsável por afiar o jogo de jiu-jitsu de Julianna, Luiz destacou que a norte-americana está mentalmente e fisicamente preparada para conquistar o título, mas ressaltou o respeito por Amanda, que é considerada por muitos como a melhor lutadora da história do esporte.

PUBLICIDADE:

“Obviamente que, em qualquer luta, a gente não entra para perder. A Amanda (Nunes) é uma lutadora muito boa em tudo e todos chamam ela de ‘GOAT’ – Great of All Times (A melhor de todos os tempos), então tem que respeitar. A gente vai treinar muito mais, focar muito mais. Não é toda hora que você tem a oportunidade de disputar um título. Eu sempre falo que a Julianna tem um coração muito grande. Ela não para. São cinco rounds, ela está muito preparada e já está no peso há um tempo. Está bem demais e forte. O grande ponto é a vontade muito grande nela de vencer. Lado mental está bom e o físico ainda melhor”, acrescentou.

Recado aos brasileiros

No UFC 269, Luiz Claudio vive momento delicado já que, ao mesmo tempo que trabalha sua atleta para destronar o ‘reinado’ de Amanda Nunes, também não esquece sua origem tupiniquim para frisar que é profissional. Ele diz que, independentemente do resultado, o cinturão ficará no Brasil.

“Foi necessário, tanto que ela conseguiu realmente. Foi o momento certo. Você sabe que demora para chegar ali no topo e as pessoas não têm noção do nível dos atletas quando chega no top 3. A gente sabe como é. (…) me perdoem, mas é um trabalho profissional que estou fazendo. O que quer que aconteça, o título estará no Brasil. Julianna ama o Brasil e é minha como se fosse minha filha. Não fiquem chateados comigo”, finalizou.

PUBLICIDADE:

Na quinta colocação do ranking dos galos, Julianna realizou três atuações desde o seu retorno após grave lesão que a deixou mais de dois anos afastada do octógono. A norte-americana venceu Nicco Montaño e Sara McMann e foi derrotada por Germaine de Randamie. A ‘Venezuelan Vixen’ possui um cartel de 10 triunfos e quatro reveses no MMA profissional.

Podcast #73: MAIOR DE TODAS? Amanda Nunes volta a reinar no UFC