Lenda do jiu-jitsu no UFC, Do Bronx fala em nocaute a dias de enfrentar Poirier: ‘No primeiro round’

Estrela do evento deste sábado, brasileiro fala sobre rótulo de azarão e garante surpreender no confronto contra norte-americano

C. Do Bronx é campeão do UFC desde maio de 2021. Foto: Reprodução/Instagram

A poucos dias de um dos maiores desafios de sua carreira, Charles do Bronx está confiante em fazer história diante de Dustin Poirier. Estrela do evento deste sábado (11), o brasileiro garante que está pronto para vencer fora de sua zona de conforto. Lenda do jiu-jitsu, o campeão dos leves (até 70,3kg.) fala em nocaute.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Quero vencer, não importa como. Acredito muito no nocaute. Ele é bom de porrada e eu gosto de surpreender. Todos os caras vêm se quebrando na categoria e eles não falam nada. Falam que é um monstro, que é nocauteador, que faz acontecer, e eles batem e o cara não dobra. Eu bato de esquerda e eles caem, não sei por que acontece isso. É como falei, há algo diferente”, disse Charles, em entrevista ao ‘Combate’.

A previsão de vitória contundente sobre um dos melhores boxeadores do UFC não é tudo. O brasileiro ainda previu quando pretende liquidar a fatura diante do ex-campeão interino do grupo.

PUBLICIDADE:

“Uma coisa que falei na minha última luta vou falar de novo: no dia 11 de dezembro vou chocar o mundo, vou ganhar desse cara no primeiro round. O respeito demais, assim como respeito todos os outros da categoria, só que hoje, com o que está acontecendo, tenho algo a mais que eles. Vou chocar o mundo mais uma vez”, garantiu.

Disposto a fazer história e assumir a posição de maior peso leve da história, Charles também tem um recado para o restante da categoria. Líder de um dos grupos mais perigosos do MMA, o brasileiro já desafiou os companheiros da divisão.

PUBLICIDADE:

“Faz a fila e vêm todos da categoria, um de cada vez, que vou bater em todos. Vou varrer essa categoria. E toda vez quero ser o desacreditado, quero ser aquele que ninguém acredita, porque toda vez que bato neles acontece como na minha última luta, eles me aplaudem de pé, aí o mundo inteiro fala que o Charles é um monstro. Não, o Charles não é um monstro, ele tem um diferencial. Essa é a realidade”, encerrou.

PUBLICIDADE:

Rei dos leves, Do Bronx assumiu o trono em maio de 2021. Para chegar à coroa, o brasileiro despachou Michael Chandler, lenda do Bellator, contratado na temporada passada para apimentar o grupo.

Podcast #45: Volkanovksi sem desafiante e brasileiros no 1º UFC do ano