Após bater marca histórica de Vitor Belfort no UFC, Derrick Lewis minimiza recorde

Carrasco de Chris Daukaus no UFC Las Vegas 45, ‘gigante’ não se apega à marca de maior número de nocautes com as luvas da organização

D. Lewis (foto) é o atual número três no ranking dos pesados no UFC. Foto: Reprodução/Instagram

O UFC Las Vegas 45, realizado neste sábado (18), colocou Derrick Lewis na liderança isolada como o maior nocauteador na história do Ultimate. Carrasco de Chris Daukaus na luta principal, o norte-americano, no entanto, não se empolgou com a marca de 13 nocautes pela empresa. Na coletiva após o show, o ‘gigante’ minimizou o feito.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Isso não significa nada. Significa algo, acho, por conta de todos esses grandes lutadores que vieram antes de mim. Na verdade, isso não muda nada. Tem outros caras que estão ativos e têm se saído muito bem também”, disse Lewis.

Neste fim de semana, Derrick foi o responsável por protagonizar o último evento do Ultimate na temporada 2021. Estrela do espetáculo, o ‘gigante’ não decepcionou.

PUBLICIDADE:

Depois de um início de luta estudado, o ex-desafiante ao cinturão dos pesados (até 120,2kg.) encontrou a distância e deu início a um massacre sobre Daukaus, com uma ‘metralhadora de socos’. Foram necessários pouco mais de três minutos para que o combatente liquidasse a fatura.

Além do atropelo e a quebra do recorde, Lewis defendeu a terceira posição no ranking da categoria. O combatente também retornou ao caminho das vitórias, já que havia sido superado por Ciryl Gane, em agosto, na disputa do cinturão interino da divisão.

PUBLICIDADE:

Podcast #46: Aquecimento para o UFC 270 com duas disputas de cinturão + Amanda Nunes fora da ATT e Jake Paul rico