Weidman afirma que Woodley manchou legado e sugere duelo entre Jake Paul e Anderson Silva

O ex-campeão dos médios não vê nenhuma maneira de Woodley 'salvar' seu legado no esporte após o nocaute sofrido

J. Paul (dir.) atropelou T. Woodley (esq.) em revanche no boxe. Foto: Reprodução/Instagram

As duas derrotas consecutivas para o youtuber Jake Paul podem ter consequências duradouras para o legado de Tyron Woodley nos esportes de combate. Pelo menos é nisso que acredita o ex-campeão peso médio (até 83, 9 kg) do UFC, Chris Weidman.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Ao comentar sobre o recente nocaute sofrido pelo ex-campeão meio-médio (até 77 kg) do Ultimate na revanche contra Jake Paul, Weidman disse acreditar que o legado de Woodley estaria definitivamente manchado.

Tyron Woodley vai ter que viver com isso. Estão o comparando a Ben Askren agora. Ele não vai ter outra chance, é isso. Não sei contra quem ele poderia lutar que seria o suficiente para elevá-lo de volta ao lugar onde ele teria pessoas o apoiando e achando que ele é legítimo novamente. Acho que seu legado foi definitivamente manchado, o que é uma m**** dizer”, opinou Weidman em seu podcast “Won’t Back Down”.

PUBLICIDADE:

Quanto a Jake Paul, que se encontra invicto no boxe profissional, Weidman acredita que ele esteja perdendo tempo desafiando lutadores sob contrato com o UFC, como Nate Diaz, Jorge Masvidal e o campeão Kamaru Usman. Em vez disso, o ex-campeão dos médios gostaria de ver um duelo do youtuber contra Anderson Silva.

“Eu amaria vê-lo enfrentando Anderson Silva. Ele está desafiando todos esses lutadores com contrato com o UFC. Acho que nenhuma dessas lutas vai acontecer neste momento. O UFC teria que ficar por trás quase como na luta entre Conor McGregor e Floyd Mayweather, mas a não ser que você renda 500 milhões de dólares, como eles fizeram, o UFC não vai fazer isso. Então você está perdendo tempo falando sobre Nate Diaz, Jorge Masvidal e Kamaru Usman”, disse Weidman.

PUBLICIDADE:

Podcast #63: Blachowicz merece enfrentar Glover pelo cinturão do UFC? Lyoto perde no Bellator e se complica