Tommy Fury lamenta lesão que o tirou de luta contra Jake Paul e pede pela remarcação do duelo

Após lesionar a costela e perder o duelo contra o influenciador digital, o britânico mostrou confiança em conseguir agendar um novo confronto

T. Fury lesionou a costela em sua preparação para luta contra J. Paul. Foto: Reprodução/Instagram @tommyfury

Após sofrer uma lesão na costela e perder a luta contra Jake Paul, o boxeador Tommy Fury voltou a provocar o youtuber. Em declaração dada ao podcast ‘Frank Warren’s Queensberry Promotions’, o britânico criticou o influenciador digital por preferir enfrentar lutadores de MMA e fez coro pela remarcação do duelo.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Acredito que minha hora vai chegar. Estamos tentando descobrir a próxima data, tentando remarcar essa luta, porque essa é a luta que quero a seguir. Vendo que depois da luta ele desafiou o pessoal do MMA, não entendo o que ele está tentando alcançar desafiando os lutadores do UFC. Ele quer ser boxeador, não é? Então lute contra um boxeador. Ele está desafiando wrestlers, mas não boxeadores. No octógono, eles o matariam em qualquer dia da semana, mas, sejamos honestos e sérios, ele venceria Nate Diaz, 100%. Ele venceria algum outro grande lutador de MMA? Claro, porque eles não são boxeadores. Eu realmente não tenho mais nada a dizer sobre isso. Ele precisa lutar contra o próximo e essa é a luta que vai acontecer a seguir”, afirmou Fury.

Com apenas 22 anos, Tommy está invicto com sete vitórias consecutivas no boxe profissional. Seu último confronto foi em agosto de 2021, contra Anthony Taylor, e o britânico saiu vitorioso na decisão unânime dos juízes. O ‘TNT‘ é irmão da lenda da nobre arte Tyson Fury.

PUBLICIDADE:

Podcast #45: Volkanovksi sem desafiante e brasileiros no 1º UFC do ano