Ex-campeão do UFC, Dominick Cruz detalha ‘perda de memória’ em luta contra Pedro Munhoz

Norte-americano relata que não lembra de ter sido atingido no primeiro round e afirma que seu corpo entrou em ‘modo automático’

D. Cruz é ex-campeão dos galos do UFC. Foto: Reproduçã/Instagram

Uma guerra pode trazer marcas aos atletas no octógono do Ultimate e na batalha entre Dominick Cruz e Pedro Munhoz no card preliminar do UFC 269 não foi diferente. Em entrevista ao site ‘MMA Fighting’, o ex-campeão peso galo afirmou que, apesar da vitória na decisão dos juízes, teve um ‘apagão’ em sua memória no embate diante do brasileiro.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“A única coisa que lembrei é que estávamos trocando socos e eu errei um. Me levantei e, depois, não sabia que havia sido atingido. Pensei que tinha perdido o equilíbrio. Você não sabe que está machucado. (…), na minha cabeça, não tinha recebido nenhum soco e meu corpo entrou em ‘piloto automático’”, disse Dominick.

E não para por aí. Cruz também fez uma reflexão sobre os abalos sofridos ao longo de sua carreira como profissional e falou sobre entrar para a luta disposto a sofrer todas as consequências que podem acontecer.

PUBLICIDADE:

“São naqueles momentos em que fico abalado na prática. Quando esses caras vêm atrás para me matar. É quando você descobre quem você é e está disposto a morrer por isso. Você tem muito tempo para pensar quando tem tantos machucados e tantos altos e baixos na carreira. Esse foi realmente o maior presente”, concluiu.

Com a vitória sobre Munhoz no card preliminar, Dominick emplacou seu segundo triunfo seguido na organização. Em sua carreira, agora, ele conta com um cartel de 24 resultados positivos e três negativos.

PUBLICIDADE:

Podcast #45: Volkanovksi sem desafiante e brasileiros no 1º UFC do ano